• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 18/09/2017

    Entrega especial, de Danielle Stell (resenha)

    Olá, leitores!

    Como vocês já devem saber, Danielle Stell é uma de minhas autoras preferidas. E como estava sentindo falta de ler algo dela, então "desenterrei" da estante o livro "Entrega especial", que comprei na feira do livro da minha cidade por R$ 5,00, a edição que tenho é da Altaya e da Record, foi publicada em 1997 e contém 197 páginas.

    Foto: arquivo pessoal
    A obra me chamou a atenção por ser um romance maduro, com personagens adultos (vejo poucos por aí, me indiquem alguns nos comentários). Amanda tem 50 anos e largou a carreira como atriz para se dedicar ao casamento e à família, ela se vê sem rumo após o falecimento do marido. É quando se aproxima de Jack, de 59 anos, que é pai do marido de sua filha e tem um trauma por conta do relacionamento com a mãe de seu filho, além de ter perdido o amor de sua vida. Mas Amanda sempre o enxergou como um rico rodeado de mulheres bonitas, enfim, um galanteador. Daí vai surgir um romance com muitas dificuldades, principalmente o fato de os filhos não aceitarem o relacionamento dos dois. 

    - Eu simplesmente não, eu não... eu sinto como se não tivesse o direito de fazer algo assim sem o Mattew... Que motivo eu teria para sair e pular de alegria? Para que devo aproveitar a vida? [...] Por que eu estou viva e ele não? É tão injusto. Por que isto tinha que acontecer? (página 33)
    Aos 59 anos, Jack Watson tinha tudo que sempre quiseram ter: um negócio que nunca parava de crescer  e de fazer dinheiro. 

    Foto: arquivo pessoal
    O interessante dos personagens é que ambos sofreram na vida amorosa e se ajudam a superar os traumas e a serem felizes. Vale ressaltar que são bem desenvolvidos, assim como os secundários e que seus problemas são de adultos, tais como trabalho e preocupação com a família, e têm inseguranças, ou seja, são humanos. Admiro muito quando um autor consegue construir personagens humanos: com qualidades e defeitos. Outro ponto positivo da obra é que ela te surpreende, há viradas na trama. O que me incomodou, não diria que foi na narrativa, e sim com os personagens, foi a atitude das filhas da Amanda, que, mesmo vendo a mãe feliz ao lado de um novo amor, não aceitaram e viraram a cara, diria até que é inveja  (não vou dar spoilers, mas lendo o livro dá a entender isso). 
    Concluo que Danielle Stell novamente não me decepcionou, é um romance bem construído e maduro. Para quem não conhece a autora, ela faz o estilo do Nicholas Sparks (que também adoro): clichê e meloso (amo!). Já leram? Pretendem ler? Já conheciam a autora? Comentem.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo