• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 26/09/2016

    Cara de um, focinho de outro, de Marcos Fernandes (resenha)

    Olá, leitores!

    Tomei a liberdade de começar esta resenha de forma diferente, ou seja, contando uma historinha: Quando vi o livro "Cara de um, focinho de outro" na lista de livros para solicitar da Butterfly, eu não quis ler, justamente por ser não-ficção. Quem solicitou o livro foi a Deborah, minha colaboradora. Mas como as parcerias funcionam assim: você cadastra um único endereço por blog (até porque as editoras tem muitos parceiros) sempre é o meu, como dona do Eu Curto Literatura, e eu encaminho os livros para as meninas. Então, quando o livro chegou aqui em casa, abri o pacote, dei uma folheada no índice e acabei ficando muito interessada, logo, perguntei para a Deborah se podia ler, ela deixou, mas já mandei o livro para ela que também gostou. Por que contei essa história? Porque ler o diferente do que você está acostumado pode ser muito bom, como foi para mim com esse livro.
    "Cara de um, focinho do outro: a interação entre os animais e seus tutores" foi escrito por Marcos Fernandes, publicado pela Editora Butterfly no ano de 2015 e contém 191 páginas, com letras enormes, o que é foi muito bom pois sou "meio cegueta".

    Os animais nos pedem apenas abrigo, água e comida, e, ainda assim, caso seu tutor não tenha água, comida e nem abrigo. Não haverá problemas pois a atenção e o carinho já lhe são suficientes.

    Meia Noite. Foto: arquivo pessoal

    Um ponto interessante da obra é que o autor chama os humanos cuidam de animais de tutores e não de donos, como estamos habituados, e é mais focada em cães e gatos. Embora, confesso que achei mais interessante a parte dos gatos, pois tenho uma gata, a Meia Noite, em determinados momentos fiquei pensando: "verdade, a Meia Noite faz isso". Por exemplo, no capítulo que aborda a relação dos animais com a doença, a Meia Noite sempre senta no colo de quem está doente na casa e sempre no local em que a dor se encontra. Houve ocasiões de se esforçar para deitar nas minhas costas pois minha dor era lá. Vale ressaltar que o livro apresenta exemplos, histórias de animais que passaram por isso, para mostrar que é realmente acontece. Outra coisa que chamou a minha atenção foi que o animal pode desenvolver a mesma doença que seu tutor.
    Há, com relação aos felinos, muito preconceito. Acredita-se que eles são individualistas, só pensam neles e estão ligados mais à casa do que a seus tutores. Esta é, na verdade, apenas uma forma de interagir e de gostar.
    Também me chamou atenção foi o capítulo sobre a humanização dos animais, afinal, cada vez mais estão sendo tratados como humanos. Inclusive existe um comercio voltado para os animais, vendendo roupas, acessórios, entre outros. Existem pessoas que ao invés de terem filhos, optam por criar animais. O que não é saudável para os bichinhos, pois são animais, por mais que devemos dar amor, não são seres humanos.
    Atualmente, os animais de estimação tornou-se o mais novo membro da família. Muito diferente dos filhos que, com o passar do tempo, "criam asas e voam", os animais, na medida em que o tempo passa, ficam ainda mais dependentes de nós,
    O livro é todo lindinho, a diagramação é linda, entre em capitulo e outro encontramos fotos de animais com os seus tutores. A linguagem do livro é simples, até eu que sou leiga no tema, consegui compreender facilmente. Porém, os temas não são aprofundados, talvez alguém que já tenha os estudados não goste tanto quanto eu.
    Vocês têm animais de estimação? Quais? Já leram este livro? Pretendem ler? Comentem.

    Um comentário:

    1. Olá Tainan!
      Não gostei do livro justamente por não se aprofundar. Também adoro bichos e já havia lido outros livros sobre comportamento animal, então pouco que o autor apresentou foi novidade. Mas realmente, a editora fez um lindo trabalho de diagramação. As fotos são belissimas.
      Bjs

      EntreLinhas Fantásticas

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo