• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 20/04/2016

    O curioso caso de Benjamin Button, de F. Scott Fitzgerald (resenha)

    Olá, leitores,

    "O curioso caso de Benjamin Button" é um conto escrito por F. Scott Fitzgerald. A edição que eu tenho faz parte da coleção "Grandes nomes da literatura", publicada pela folha de São Paulo, traduzida por Rodrigo Breunig, e contém 51 páginas.

    Foto: arquivo pessoal

    O livro aborda a história de Benjamin Button, o qual nasce velho e vai rejuvenescendo ao longo da sua vida. Chamou-me a atenção o fato de não só nascer com a aparência de um idoso, mas também com a personalidade e a atitude.
    Você é meu pai? - Ele quis saber. O senhor Button e a enfermeira tiveram um violento sobressalto. - Porque se for - Prosseguiu o velho, num tom lamuriante -, eu gostaria que me tirasse desse lugar... ou, pelo menos, fizesse com que colocassem uma cadeira de balanço confortável aqui. 
    Ao longo da narrativa, vimos Benjamin tentando se adaptar com a sua condição distinta, embora tivesse muita dificuldade, visto que foi julgado diversas vezes pelas pessoas que não entendiam porque ele era assim. Fica a reflexão de por que o ser humano tende a julgar e excluir o diferente.

    Foto: arquivo pessoal
    Será que seus olhos queriam enganá-lo Ou seus cabelos haviam mesmo, nos seus doze anos de vida, passado do branco para um cinza-chumbo sob tintura dissimuladora? O emaranhado de rugas no rosto estava tornando menos pronunciado? Sua pele estava tornando mais saudável e mais firme, inclusive com um rosado toque invernal? Não tinha certeza.
    O conto me foi uma grata surpresa, em "uma sentada", ou seja, em 45 minutos, pois tem uma linguagem fácil (pelo menos a tradução que eu li) e não conseguia parar de  ler. Fico sem palavras para descrever a narrativa de Fitzgerald, mas é simplesmente fantástica, os fatos se interlaçam de forma incrível.

    Foto: arquivo pessoal

    Sobre o filme homônimo protagonizado pelo Brad Pitt, pegaram a ideia principal e só. O restante é totalmente diferente, todo o romance emocionante do filme não tem na obra literária, além de terem acrescentado mais coisas, claro, dificilmente daria para fazer um filme inteiro de uma obra tão curtinha. Embora distintos, ambos são ótimos. 
    Com respeito a edição da coleção da Folha: capa dura, folhas amareladas, letra grande, sem orelhas. Vale a pena a compra, se quiserem review, comentem aqui que eu faço.
    Já leram o conto? Viram o filme? Comentem.

    17 comentários:

    1. Nossa! Acho esse filme tão incrível!
      Na hora que vi o post, imaginei toda aquela história maravilhosa (e muito triste) do filme, reunida nas páginas de um livro. Foi bom você ter dito que é apenas um conto, com 50 páginas, e ter falado que o filme apenas pegou a essência e acrescentou as coisas. Me desiludiu, mas fiquei mais curiosa para saber como Fitzgerald abordou essa ideia que inspirou o filme.
      Me lembrei agora de um conto de Moadyr Scliar (infelizmente, não me lembro o nome), em que o personagem nasce e vai envelhecendo em um ritmo muito rápido. Se não me engano, ele vive apenas um dia, e passa por todas as "fases da vida".
      Ótima resenha, e essa edição está linda!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu também acho, aquele romance é muito emocionante. Vale a pena conferir a narrativa dele, já que é maravilhosa.
        Vou procurar esse conto, parece ótimo também.

        Excluir
    2. Nossa achei que o filme era igual ao livro, que pena que não é. Já vi o filme e estou curiosa pelo livro, parece ser bom.

      Beijos:*
      Escritas na Chuva

      ResponderExcluir
    3. Respostas
      1. Sério? Adorei o filme. Mas o livro é bem distinto, talvez você goste.

        Excluir
    4. Não sabia que existia um conto!! Eu já vi o filme, mas não foi aquela história que me prendeu e tudo mais. Se tiver oportunidade, lerei o conto!!

      Beijos,
      www.notavelleitura.blogspot.com

      ResponderExcluir
    5. Olá Tainan!
      Que interessante! Não sabia que o filme tinha livro, e nem imaginei que pudesse ser tão curtinho.
      Acho muito legal a iniciativa por trás do lançamento dessas coleções!
      Beijo
      http://www.blogleituravirtual.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Estou amando essa coleção, queria poder ter todos. Também não, fiquei sabendo por conta da coleção, mas adorei.

        Excluir
    6. Oi!
      Eu já conhecia o filme, mas não sabia sobre o conto, acredita? Agora fiquei curiosa para ler o original, haha. E sua resenha ficou ótima!

      Beijinhos,
      www.julietaemparis.blogspot.com

      ResponderExcluir
    7. Fiquei um pouco perturbada na primeira vez que assisti ao filme, mas mesmo assim eu adoro! ♡ Não sabia da existência desse conto e já fiz uma nota mental para procurá-lo quando for a uma livraria ou sebo (:
      Beijos :* | http://memorialices.blogspot.com.br |

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Nas bancas tem essa versão da coleção da folha, tá bem linda :D

        Excluir
    8. Acredita que nunca assisti ao filme? Porém a história me deixa muito curiosa. Não sabia do livro, se eu encontrá-lo por aí levo sem hesitar!
      Gostei do seu post, bem organizadinho :)
      Beijos

      www.juhlihipy.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada, tanto o filme como o livro são ótimos.

        Excluir
    9. Tainan eu já vi o filme e gostei muito e agora lendo suas impressões sobre o conto (não sabia que era um conto tão curtinho) fiquei com vontade de ver. Parabéns pela escolha de leitura e valeu pela sugestão.

      Leituras, vida e paixões!!!

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo