• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 24/12/2015

    Resenha: Marianas: a civilização dos sonhos

    Olá leitores,

    O livro "Marianas, a civilização dos sonhos" foi escrito por E. Chérri Filho, publicado pela editora Giostri no ano de 2015.
    Na obra, temos uma civilização perdida, a qual é denominada "a civilização dos sonhos", nela, habitam sereias. Em meio a  guerras, muitas dessas criaturas foram mortas. Isso é narrado com tanta descrição que faz com que o leitor acredite que é possível que exista mesmo uma civilização perdida pronta para ser descoberta durante a leitura:

    Nos confrontos peninsulares, tanto os combatentes norte-americanos quanto os japoneses estavam a quilômetros longe de seus respectivos lares, e quase se pôde ouvir seus lamentos em meio ao chacoalhar das águas. Nesse conflito, centenas de milhares de seres aquáticos foram mortos, e outros capturados pelas duas potências.
    Foto: arquivo pessoal

    Jeremy é um pesquisador que acredita na existência dessa civilização e das sereias, por isso, ele resolve pesquisar as ilhas Marianas. Em meio a sua busca, ele acredita ter visto alguém tocar o submarino, logo, se emociona e resolve ir averiguar melhor, contudo, esquece de colocar o equipamento de mergulho corretamente, por isso, a sua vida estava correndo perigo. Nisso, ele é salvo por Licia, uma ariata azul, por quem ele acaba se apaixonando.

    Quando um ariata ama um parceiro, ele fica esse parceiro até o fim da vida.
    A princípio, Licia esconde Jeremy dos demais, pois sabe que não devia tê-lo salvo, visto que acreditam que os humanos não são seres do bem. Porém, ela não podia ficar assistindo ele morrer, ou seja, foi um ato de amor. Todavia, seu irmão acaba descobrindo e sugere que ela leve Jeremy ao conselho de sua raça, para que seus superiores decidam o que fazer com ele. No julgamento, o pesquisador implora que o deixem viver entre eles, o que acaba sendo aceito, visto que acham que deixar ele retornar ao mundo humano seria pior pois divulgaria a existência deles.

    Um homem em busca de uma civilização perdida e como se num sonho se encontra dentro dela e em seus braços a espécie mais linda e interessante de toda sua vida. Jeremy sentiu-se completamente conectado com Licia.
    Entretanto, nem tudo é perfeito, esse reino possui inimigos, os ariatas vermelhos, que ao descobrirem que uma regra foi quebrada, ou seja, há um humano vivendo entre eles, declaram uma guerra.
    A obra é muito mais que apenas um romance entre um humano e uma sereia, pois possui aventura, fantasia, guerra e ação. A narrativa é leve e faz com que o leitor consiga imaginar esse novo universo. Os capítulos são de tamanho ideal, isto é, nem muito curtos e nem longos ao ponto de tornar a leitura cansativa, a única coisa que me incomodou foi o fato do livro não possuir números de páginas, mas acredito que isso deva ser corrigido em uma próxima edição.  
    Os personagens são bem trabalhados em termos de personalidade, embora, em alguns momentos, tenha me incomodado com a personalidade de Licia, visto que ela se coloca em perigo em muitos momentos, acredito que deveria ser mais prudente. Vale ressaltar que a obra prega uma lição de amor ao próximo, seja ele humano ou não.
    Já conheciam a obra? Apreciam histórias sobre sereias? Comentem.

    4 comentários:

    1. Oláá
      Entãooo, este é um dos livros que pretendo ler em 2016, amo sereias, sou encantada por estas lendas e histórias que envolvem estes seres tão intrigantes, eu estava com receio se iria gostar ou não deste livro, ms agora está mais que decidido que preciso lê-lo urgentemente! haha
      Bjoos

      Jovem Literário

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Quando puder leia, é realmente muito bom, agora quero ler mais livros semelhantes, sereias são fascinantes.

        Excluir
    2. Oi Tainan! Também li este livro recentemente e achei maravilhoso o mundo que o autor criou! Histórias de sereias sempre me cativaram e Marianas tem uma aura toda mágica, cheio de mistérios... Não dá nem para explicar direito rsrs
      Também achei a Licia meio imprudente, mas não tanto a ponto de conseguir sentir raiva dela! Deu para entender bem os motivos dela para fazer o que fez.

      Beijo
      http://www.blogleituravirtual.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Deu sim, embora eu não concorde, mas as razões ficaram bem claras :D
        O autor realmente conseguiu criar um universo novo bem fascinante.

        Excluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo