• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 28/09/2015

    Fortaleza Negra (resenha)

    Olá leitores,

    Venho com mais uma resenha de livro que li na Maratona Literária de Inverno. Trata-se do livro "Fortaleza negra", da brasileira Kel Costa, publicado pela editora Jangada no ano de 2014 e contém 416 páginas. Esse é o primeiro volume de uma série. 
    Trata-se de uma obra de literatura fantástica, portanto, estão presentes no enredo: vampiros e minotauros, os quais são grandes inimigos.

    Foto: arquivo pessoal

    A história é narrada em primeira pessoa por Aleksandra, mais conhecida como Sasha, a qual leva uma vida de adolescente comum: possui uma amiga, vai ao colégio. Até que sua cidade é atacada pelos minotauros. A partir desse ponto, seu pai, um importante pesquisador de minotauros, resolve aceitar a proposta dos vampiros de trabalhar na Fortaleza Negra, cidade governada pelos vampiros. Levando em conta a rivalidade dessas criaturas fantásticas, o lugar mais seguro para se ficar seria a Fortaleza Negra. 
    Logo, Sasha e sua família se mudam para a Fortaleza Negra, a cidade governada por vampiros. A qual é muito bem descrita pela autora da obra, que nos mostra bem rotina e leis:

    Construíram uma fortaleza, cercada por imensos muros, e concentraram todo seu poderio ali. Quem comandava era a Realeza vampírica - as mesmas cinco figuras da televisão - que, segundo a lenda, eram os seres mais antigos e poderosos do nosso universo.

    Na Fortaleza, Sasha conhece os vampiros denominados mestres, ou seja, os primeiros vampiros existentes, que, por serem mais poderosos que os demais, mandam na cidade. Entre eles, Sasha se vê atraída por Mikhail, o qual em determinados momentos da trama, alterna a narrativa com ela. Em certo ponto do livro, me lembrei de Crepúsculo, visto que um triângulo amoroso envolvendo vampiros me lembra da história criada por Stephanie Meyer, o outro elemento presente no triângulo é o Blake, o qual trabalha com o pai de Sasha. Todavia, os vampiros criados pela Kel Costa são bem distintos dos de Crepúsculo. 
    O enredo vai se desenrolando mostrando a rotina de Sasha na nova cidade, de sua dificuldade em se adaptar. Além disso, mostra os conflitos entre vampiros e minotauros.
    Kel sabe muito bem trabalhar os personagens, sendo no âmbito físico e psicológico,de forma a você se apegar a eles. A respeito de Sasha, você vê uma personagem que vai evoluindo ao longo da trama. Por diversas vezes me identifiquei com a personagem:

    Eu, por outro lado, não era exatamente uma "miss simpatia". Não que fosse culpa minha. As pessoas é que preferiam manter certa distância, talvez por causa do meu cabelo pouco convencional ou das minhas roupas diferentes, Ou até mesmo da minha língua afiada, que eu não conseguia manter dentro da boca.
    Vale ressaltar que no inicio do livro contém um pequeno glossário explicando o que são cada tipo de figura fantástica presente na trama. Já no final, temos algumas ilustrações dos principais personagens e da Fortaleza. 
    Apesar de ser um livro grande, a leitura fluiu muito bem, pois é o tipo de obra que você precisa saber o que vai acontecer. Logo, li rápido. Já adquiri o segundo volume da série, o "Tempestades de sangue". 
    Já leram esse livro? Conheciam a autora? Gostam de literatura fantástica? Comentem.

    6 comentários:

    1. Gostei Bastante Do Livro . Me interessou bem mais que Crepúsculo (que por sinal não li nenhum , não me chamou a atenção . Talvez algum dia eu leia quem sabe (RISOS )) Mais gostei desse .
      E adorei o blog super fofo e meigo !

      Parabéns pela pagina !! Beijocas

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Acho mais interessante pois mistura outros seres misticos (como minotauros). Muito obrigada, Thais *o*

        Excluir
    2. Adorei a resenha, Tainan. Parece ser uma estória legal, adoro fantasia e seres sobrenaturais! Ando lendo tantos livros desse gênero ultimamente que esse me chamou a atenção! A autora é brasileira?

      Beijinhos, Hel.
      http://leiturasegatices.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É sim, Helena :D A literatura nacional está em um bom momento, com vários talentos.

        Excluir
    3. Hum... Um livro com Minotauro sério? Já fui de anjos a demônios, de bruxos a Nephilim mais Minotauro é a primeira vez. Quando minha lista de próximas leituras não estiver tao extensa eu vou ver se leio esse livro.
      P. S. Amei seu blog ótima resenha

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, foi o primeiro livro que li com minotauros, gostei.
        Muito obrigada, Stephanye

        Excluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo