• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 17/06/2015

    Você é legal mas... faz letras?

    Olá leitores,

    Semana passada estava tranquila na faculdade quando ouço uma conversa:

    - Fulano é tão legal, mas faz Letras. Com tanto curso bom, o cara é tão legal e vai fazer justo Letras? 

    Infelizmente, há um preconceito contra as licenciaturas em geral (Letras, História, Geografia, entre outras). Porque serão professores. Ser um professor é querer mudar a educação, melhorar a sociedade, é encarar com muita coragem o desafio de ensinar. 
    Não sei qual o conceito de "legal" que a pessoa tem, mas o aluno de Letras é estigmatizado como aquele caseiro, que fica com a cara nos livros, não sai e só fica estudando, em geral, o nerd. Claro que quem faz Letras lê, é o princípio básico. Mas não é porque faz esse curso que não tem vida social, pelo contrário, tenho muitos colegas que saem, vão para a balada. Eu não saio, porque nunca gostei, nada tem a ver com o curso.
    Além disso, a pessoa se acha tão legal que fica se metendo na vida alheia. Quem é você para opinar a respeito do curso que a pessoa faz? Cada um faz o que quer da vida, se a pessoa optou por Letras seus motivos teve, seja por gostar das disciplinas, da carreira de professor ou pelo preço do curso ser mais em conta mesmo. 
    Também há o outro lado da história: quando tem dúvidas de português veem nos procurar, não que seja errado, mas não é porque cursamos Letras que sabemos tudo relacionado a Língua Portuguesa. A gramática é enorme, com muitas regras e suas exceções. Se você  não sabe, falam: "mas você não faz Letras?" 
    Claro que tudo tem um lado bom, tem horas que emite respeito, pois passa uma imagem de pessoa séria, culta, que gosta de estudar e ler.
    Nunca escondi o curso que fazia, tenho orgulho, sou do tipo que anda com o moletom e chaveiro do curso. Faço Letras, faz parte de mim, sim, serei professora!

    Leia mais: 


    O que vocês acham disso? Comentem.

    19 comentários:

    1. Uau, esse post me pegou desprevenida...jura que há esse nível de mediocridade?
      Mandou mt bem na resposta!

      beijão

      ps: também quero cursar letras <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Juro Camila, hoje em dia, as pessoas tem preconceito com tudo, inclusive com o curso que a pessoa faz na faculdade.

        Excluir
    2. Preconceito é foda e infelizmente encontramos em todo o lugar.
      Admiro muito a profissão, sucesso pra você Tainan!

      www.eimeconta.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada Debora \o
        Infelizmente tem em todo lugar mesmo :(

        Excluir
    3. Nossa, adorei o post!!
      Não imaginava que tinha esse preconceito todo com que cursa Letras. Acho um super curso, e já até pensei em fazer Letras.
      Beijos e sucesso!!

      www.notavelleitura.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Nem eu Isabelle até passar por isso, é contra a licenciatura em geral. Obrigada :D

        Excluir
    4. Olá!

      Eu também não compreendo! Muitas vezes os alunos de exatas principalmente engenharia dizem o mesmo... ainda a o da medicina, ou que fazem direito, sim, existe um preconceito para quem faz licenciatura mas eu particulamente acho lindo.
      Não por amar ler (coisa que amo) mas são pessoas cultas, vistas realmente com ética muitas vezes e se não houver pessoas que amam fazer licenciatura, como os filhos destas pessoas vão ficar no futuro? Quem se forma professor, forma o futuro, o início de tudo...
      Hahaha, não faço letras, mas já me interessei pelo curso, porém, gosto um pouco de tudo e ainda, não sou apta para paciência hehe.

      Beijos e amei o post!
      De tudo um pouco

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Verdade, licenciatura em geral é de suma importância, visto que professores são necessários. Mas o professor (ou futuro professor) devia ser mais valorizado, ou pelos menos, não descriminado.

        Excluir
    5. Tipo eu não tenho um pingo de vontade de cursar letras e tal, mais tenho todo respeito porque escolhe essa profissão afinal é sim a mais importante, não é uma das mais não, pois se não tivesse o professor de letra não teria nenhuma outra profissão então eu procuro valorizar isso e respeitar, essas pessoas que procuram ajudar na educação ! bjaoo
      http://atraspenteadeira.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, ninguém é obrigado a gostar do curso ou se interessar por ser professor (que vamos combinar não é tarefa fácil) mas respeito é o mínimo. Se todos fossem como você, o mundo seria melhor.

        Excluir
    6. Eu acho o curso de Letras muito legal, e tem mais a ver com o Jornalismo (curso que eu quero) do que as pessoas imaginam. Além disso, AMO o curso de História, e de vez em quando sonho com a possibilidade de ensinar aquilo que mais gosta. Acho que todo mundo deve ser respeitado, independente do curso. Boa sorte pra você, (futura) professora!

      Beijão, Guta! ♥
      www.opinada.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Cheguei a cogitar em fazer jornalismo também, mas como sou tímida, achei que isso poderia me complicar ao longo do curso. Muito obrigada Augusta *o*

        Excluir
    7. Adorei!!! Continue tendo orgulho de mostrar o que você quer ser! Admiro demais quem segue nessa carreira por paixão mesmo sabendo de tanto preconceito que pode enfrentar e ainda a falta de reconhecimento. Parabéns pela escolha e vista a camisa sim, Letras é tudo de bom!

      Paixão de Leitora | Fanpage

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada, esse seu comentário me ajudou a seguir em frente em meio de tanto problemas :D

        Excluir
    8. A respeito do seu post (que é muito bom por sinal) vou contar o que me aconteceu essa semana e que reflete bem essa situação de preconceito que você apontou Tainan. Acontece que eu fui dar aula como substituta por um dia e, no meio da aula uma aluna faz o seguinte comentário: " A 'sôra' tem cara de 'Pati', deve ser filha de papai!" , eu prontamente respondi: " Não sou filha de papai, não!" então a aluna surpreendentemente me devolveu: "Ah, verdade, não deve ser filha de papai mesmo, senão não seria professora!"

      Eu confesso que fiquei muito ofendida com o comentário da aluna pois refleti que trata-se de senso comum já o pensamento de que professor é inferiorizado.

      Desculpa pelo desabafo, bjs Tainan.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fiquei chocada com isso também e isso reflete o preconceito passado de geração em geração, não acredito que a criança nasça preconceituosa, acho que isso veio da educação dos pais.

        Excluir
    9. Existe esse preconceito, é fato. Alguns alunos já disseram (a mim e outras colegas) para não continuar na Licenciatura, pois "não vale a pena". Isso é algo, como você mesma disse, que vem da educação deles. É trágico, mas fazer o quê...
      Enfim, só acho que a pessoa deve fazer o curso com que mais se identifica, e ponto. ;)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sempre me dizem que não vale a pena, o que me deixa triste são os professores formados que falam isso. Eu também acho isso.

        Excluir
    10. Acho que esse povo preconceituoso não percebeu que são graças aos professores que eles estão onde estão, que são os professores que praticamente educam e cuidam dos filhos dos outros (pq a maioria dos pais não estão nem aí infelizmente). Talvez daqui uns anos quando eles forem pais, valorizem mais os que hoje em dia desdenham.
      Não é a toa que nosso país está do jeito que está, ngm valoriza professor :(

      Bjus!

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo