• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 25/05/2015

    Ruth Rocha: "Harry Potter não é literatura"

    Olá leitores,

    Criou-se uma polêmica em torno da declaração da Ruth Rocha dizendo que Harry Potter não é literatura. Para quem não conhece, Ruth Rochaé uma autora brasileira de literatura infantil conhecida pelo seu livro "Marcelo, marmelo, martelo".

    "Harry Potter não é literatura, digo isso mesmo. É entretenimento, é best-seller. Mas nunca falei para tirar da livraria. Harry Potter tem seu valor. Acho maravilhoso [uma criança] ler o 'Harry Potter', não tenho nada contra" (Leia mais aqui)
    Não criei o "Eu Curto Literatura" à toa, tenho a minha definição bem clara do que é e o que não é literatura, baseada na disciplina de Teoria Literária  da faculdade de Letras, na qual estou no 6º semestre.
    Eu acredito na definição de literatura de Antonio Cândido, que parte do princípio que para  ser considerado literatura tem que ter três coisas:

    1. Autor: consciente do seu papel de autor;
    2. Leitor;
    3. Obra.
    Segundo essa definição de literatura, o primeiro autor brasileiro seria Gregório de Mattos, visto que Pero Vás de Caminha ao escrever a carta descrevendo o Brasil era apenas um navegador, escrevendo uma carta, não um autor.
    Também, de acordo com essa definição, um diário não seria uma obra literária, pois faltam leitores.
    Ninguém é obrigado a gostar de Harry Potter, cada um com o seu gosto. Mas segundo a tese da Tríade de Antonio Cândido, Harry Potter é literatura!
    Claro, qualquer livro a ser publicado seria literatura também, seja ele bom ou ruim. 
    Então, ao falar que Harry Potter não é literatura, deveria deixar claro o conceito de literatura a ser seguido.

    Vocês concordam com a Ruth? O que acham sobre isso? O que é literatura para vocês?

    12 comentários:

    1. Concordo com você, Harry Potter é literatura, sim! Fiquei decepcionada com essa declaração da Ruth. Quer dizer então que só porque um tema como bruxos e vampiros "está na moda", o livro não pode ser considerado literatura? Enfim, não curti.

      http://thaisnacidade.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Nem eu Thaís, não entendo a concepção de literatura que ela segue, porque não é porque serve para entretenimento que não é literatura.

        Excluir
    2. Harry Potter é literatura sim, se não gostar, apanha de mim! hahahahaha

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Apanha de mim também Bela kkkk. Cutucou na minha ferida, não fala de Harry Potter kkkk

        Excluir
    3. Não concordo, querida Ruth tentou ser polemica, acabou com ela mesma.
      Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Conseguiu, mas ficou feio, nem se explicou direito.

        Excluir
    4. Como não tenho preocupação com critérios & definições, tenho as minhas próprias.
      Escrever para mim é Um Chamado.
      Um assobio
      Uma noite
      Uma primavera
      Um talento
      Um ofício

      Inspiração,
      poesia
      e
      arte.

      José

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Concordo plenamente, escrever é algo necessário para desabafar e fazer eu me sentir melhor.

        Excluir
    5. Ela foi polêmica, se foi! Mexer com os leitores de HP é o mesmo que cutucar enxame de abelha. Olha, tu sabes Tainan que essa questão de definir o que é e o que não é Literatura é muito controversa, no nosso curso há bastantes discussões que provam isso. Por exemplo, a Ruth disse que estórias de bruxos e vampiros são modismos, correto? Mas e Shakespeare quando lançou sua peça Hamlet a qual tinha a presença do fantástico (fantasma do pai de Hamlet), ou então obras como a dos escritores E. A. Poe e HP Lovecraft que são clássicos da literatura? Essas não passaram de modismos na época em que foram publicados, segundo a lógica dela. Acho que ela deve rever esse comentário e encontrar um argumento melhor, pq esse foi bem fraquinho, hauhsuahs.

      Bjs Tainan, muito legal esse post!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, a questão da definição da literatura é bem complexa, ficamos um semestre inteiro só estudando isso, mas a definição da Ruth não existe, não é porque é moda e entretenimento que não possa ser literatura.
        Ela quis polemizar e conseguiu.

        Excluir
    6. Eu acredito na mesa teroria de literatura que o Antônio Cândido. E a literatura pode também ser um entretenimento... Porque a gente tem ver tudo com olhos meramente educativos? E falo isso como professora... Nem tudo o que fazemos precisa ter um cunho educacional... Podemos assistir um filme apenas por diversão, assim como podemos ler um livro apenas por diversão! O importante é criar o hábito da leitura e daí cada um define para si o que gosta ou não. Acho que a Ruth Rocha foi um pouco arrogante em sua declaração. Um grande beijo!
      www.cariocabonita.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Verdade, as vezes queremos ler um livro/ver um filme apenas para nos distrair, não somos profissionais 24 horas por dia.

        Excluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo