• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 10/05/2015

    Poema: mãe

    Olá leitores,

    Como hoje é dia das mães, resolvi colocar um poema sobre o tema. Gostaria da parabenizar todas as minhas leitoras que são mães e dar um parabéns especial para a minha mãe, Mariângela, te amo!

    Mãe 
    (Cora Coralina)


    Renovadora e reveladora do mundo 
    A humanidade se renova no teu ventre. 
    Cria teus filhos, 
    não os entregues à creche. 
    Creche é fria, impessoal. 
    Nunca será um lar 
    para teu filho. 
    Ele, pequenino, precisa de ti. 
    Não o desligues da tua força maternal. 
    Que pretendes, mulher? 
    Independência, igualdade de condições... 
    Empregos fora do lar? 
    És superior àqueles 
    que procuras imitar. 
    Tens o dom divino 
    de ser mãe 
    Em ti está presente a humanidade. 

    Mulher, não te deixes castrar. 
    Serás um animal somente de prazer 
    e às vezes nem mais isso. 
    Frígida, bloqueada, teu orgulho te faz calar. 
    Tumultuada, fingindo ser o que não és. 
    Roendo o teu osso negro da amargura.

    Já conheciam esse poema? Gostaram? Que trecho gostaram mais? Comentem.

    2 comentários:

    1. Quanta verdade no verso: "Em ti está presente a humanidade".
      Adorei seu blog, já estou seguindo!

      paixaodeleitora.blogspot.com

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo