• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 30/04/2015

    Tudo sobre o parque do Harry Potter em Orlando com Felipe Drummond

    Olá leitores,

    Não, ainda não fui ao parque do Harry Potter, mas gostaria muito! E também adoraria saber a opinião de quem já foi. Pensando nisso, criei um novo quadro no blog, que consiste em entrevistar pessoas que fizeram algo interessante, tal como visitar o parque. Logo, chamei meu amigo Felipe Drummond para responder umas perguntas a respeito do parque.
    Felipe viajou durante dez dias e conheceu a Universal (onde fica o parque do Harry Potter), a Disney, o Sea World e o Busch Garden. 

    1- Você é fã de Harry Potter? Como surgiu o interesse em conhecer o parque?

    Felipe: Eu não posso dizer que sou fã de HP. Nem li os livros. Só fui ver os filmes depois de velho já. Mas gostei. Eu tenho hábito de leitura, mas o meu gosto literário é mais ligado ao gênero do terror ou algo que se assemelhe, o que não é o caso de Harry Potter. Mas isso não significa que eu não ache Harry Potter uma história interessante, porque é. Acho genial ter todo um mundo alternativo diferente daquele jeito e criado assim de forma original de dentro de uma única mente. Aposto que muitos fãs já se perguntaram se o mundo dos bruxos existe mesmo. E aposto que já pegaram um trem desejando que fossem parar no mundo da bruxaria. Eu que nem li os livros já passei por isso. J.K Rowling foi genial ao elaborar a história. Foi um acerto criativo fantástico da autora. Acredito que esse sucesso não veio à toa. É interessante perceber que o tamanho desse sucesso foi o suficiente para replicarem o universo de HP de um jeito tão fiel na vida real (dentro de um parque).
    Na realidade nunca tive um interesse supremo em conhecer os parques de Orlando. Minha prima que mora em Brasília (e eu sou do RJ) me chamou para viajar com ela e fazer companhia. Eu achei que poderia ser uma ideia legal já que eu estaria de férias no mês que ela disse que queria ir. Então aceitei e fomos. Foi melhor do que eu esperava. Até para ela que tinha o sonho de ir desde pequena foi melhor do que o esperado. Acredito que para todos é uma surpresa positiva grande.

    Foto: Felipe Drummond

    2- Você fala inglês? Acha que quem não fala pode conhecer o parque e se virar numa boa?

    Eu não falo inglês. E sim, sou a prova viva de que não saber inglês não é impedimento nenhum. Existe linguagem de sinais, ou suas noções muito básicas de inglês, ou pessoas que falam outros idiomas. As pessoas por lá possuem muito boa vontade em te ajudar. O segundo idioma mais falado por lá é o espanhol (que no caso é quase tão falado quanto o inglês). Uma pessoa que sabe falar espanhol se vira facilmente sozinho. Já se você não souber inglês é aconselhável que vá com uma pessoa que saiba ou que tenha ao menos uma noção maior. Não é necessário ficar perto dessa pessoa o tempo todo, na verdade é importante só em casos de emergências. Nunca sabemos o que pode acontecer. Mas para se divertir normalmente o inglês não é preciso. E é impressionante como sua noção de inglês pode aumentar dentro de alguns dias por lá (e noção de espanhol também). Diria que quem acha que deve saber inglês antes de ir pode abandonar essa ideia e viajar logo.

    3- Como você foi? Ficou hospedado aonde? 

    Comprei um pacote de viagem na internet (CVC). Paguei passagem de avião de ida e volta (com direito a escala no Panamá que possui um aeroporto muito legal que está mais para shopping) e hospedagem ao mesmo tempo num hotel muito bom chamado Clarion In Lake. Os atendentes sabem falar outros idiomas normalmente.  E possuem o maior prazer em te ajudar, mesmo se seus idiomas forem incompatíveis. No caso, para comprar as passagens dos parques eu fiz no balcão do hotel mesmo. É comum que seja assim por lá, no caso de você não comprar da internet direto. E eles te auxiliam na compra dos pacotes dando dicas sobre como fazer e o que comprar, o que é melhor ou pior etc levando em conta quanto tempo de viagem você tem para que aproveite o máximo que conseguir. Pode confiar no que eles dizem e aconselham. No caso do meu hotel tinha até uma atendente poliglota que sabia Português, embora fosse raro encontrá-la por lá.

    Foto: Felipe Drummond


    4- O que você mais gostou no parque?

    Difícil saber responder isso. Lá é tudo tão perfeito. Tudo que você encontra por lá parece ser milimetricamente calculado para te deixar maravilhado. Falo isso de todos os parques que lá existem. Mas se eu tiver que escolher algo, serão as montanhas russas (principalmente no parque Busch Gardens, que é especialista em montanha russa). No entanto, há algo que me surpreendeu positivamente. Eu não sabia que simuladores poderiam ser tão legais. Aqui no Brasil não sabemos o que é simulador de qualidade. Nos simuladores de lá (e existem vários como o do Transformers, Simpsons e até Harry Potter, que foi inclusive o melhor simulador) você se sente dentro daquele mundo de verdade. Quando for não fuja dos simuladores de lá.

    5- Tem algo que te decepcionou lá? Tem muita fila?

    Não consigo dizer que me decepcionei com algo lá. Não estou lembrado. Lá nada te aborrece. E você se sente num conto de fadas. Lembro-me do ônibus que peguei para voltar do parque para casa de madrugada. O motorista levantou para pegar o lixo do chão e jogou dentro do lixo do ônibus. E durante a viagem ficou tentando entreter os passageiros falando algumas coisas e cantando. Parecia que eu estava dentro de um filme da Disney. Tipo, motoristas de ônibus são assim? Sério? Meu mundo real é muito diferente.
    Sobre as filas, elas são grandes sim. Mas andam rápido normalmente (exceção infeliz para ir a Hogwarts. Lá demora pelo menos uma hora de fila, mas vale muito a pena). No entanto, quando  você compra seu pacote dos parques pode usar um “furador de fila”. Você paga mais caro, mas vai aos brinquedos através de uma fila rápida. No fim não demoram muito as filas, salvo raríssimas exceções, mas no geral não me aborreci com filas e olha que as odeio. Meu conselho é que chegue cedíssimo, de manhã mesmo, e vá embora quando fechar o parque à noite.

    6- Tomou cerveja amanteigada?

    Infelizmente não. Mas prometi a mim mesmo que no dia que eu voltar farei isso. Eu ia tomar. Fui a Hogwarts (sim, existe), passeei lá dentro, encontrei os quadros vivos da história, fui ao simulador do HP (você se sente dentro daquele mundo e voando na sua vassourinha feliz e “aprende” a jogar quadribol). Na hora que saí do castelo e fui passear na cidade (beco diagonal) onde vendia as bugigangas do mundo de HP, tinha cerveja amanteigada vendendo no meio da rua. Mas a fila era IMENSA. Foi uma das poucas coisas que eu vi uma fila tão grande que simplesmente não andava. No momento eu não estava com paciência e fui ver outras coisas do mundo de HP. Me arrependi de não ter tomado. Na próxima vai ser algo obrigatório que eu tome.

    Foto: Felipe Drummond


    7- Tem muitas coisas de Harry Potter para vender? Comprou algo?

    Você encontra TUDO que tem a ver com o mundo de HP vendendo. Sabe o Perebas? Pois é, tenho um de estimação aqui. De pelúcia, claro. Comprei uma varinha de chocolate também. Depois de sair de Hogwarts é hora de dar uma volta no beco diagonal, e lá você encontra loja de tudo, onde comprei a varinha que comi faz tempo. Para quem é fã fica maravilhado com tudo aquilo. São as coisas do mundo que você tanto gosta ali, de verdade, na sua cara. Uma experiência que não tem preço, apesar de pagar caro em dinheiro. Se você não segurar o bolso vai falir só ali, sem poder comprar mais nada pelo resto do dia nos outros lugares. Cuidado.

    8- Você se sentiu no universo de Harry Potter de verdade?

    Sim, é simplesmente impossível não se sentir dentro desse mundo. Tinham funcionários do parque vestidos de bruxo andando pelas ruas também. Além do ambiente perfeito, há personagens reais ali interagindo e tirando fotos. Simplesmente genial. É hipnotizante. Aproveite cada momento quando for, pois pode não ter de volta uma experiência parecida e se tiver deve demorar. Aproveite mesmo, como se fosse seus últimos momentos de vida. Só evite ficar pobre.

    9- Você entrou no castelo de Hogwarts e andou no expresso?

    Com certeza. Na verdade a primeira coisa que eu fiz ao chegar a Orlando foi ir ao parque da Universal e ir para Hogwarts. É igual aos filmes. Mesmo clima e muitos quadros que se movem e falam. Nem preciso dizer que é gigante também. Acho que é em tamanho real (pelo menos visto de fora é).
    Sobre o expresso, sim, andei. No parque da Universal, sempre que você precisar atravessar de um parque temático a outro (existem dois parques temáticos e o mundo do HP faz parte de um desses parques) você precisa pegar o trem. Dentro do trem você acha que é uma pequena viagem normal indo de um parque a outro, mas é aí que você se engana. Chega a ser desnecessário tanto detalhe e atração que tem. Milímetros de mínimos detalhes cuidadosamente calculados para te entreter até nas pequenas coisas. Na viagem, pela janela você vê o mundo de HP passando pelos seus olhos e muita coisa acontecendo. Dica: quem tem medo de barata não ande nesse trem. Mistério no ar. Mas a viagem é rápida, apesar de muito divertida. Você usa o trem por necessidade de atravessar e mudar de parque e lida com essa diversão toda.

    Foto: Felipe Drummond


    10- Como é o preço da comida e os artigos no parque? Você aconselha a pessoa a levar quanto de dinheiro?

    É como vemos pelo clichê. O fast food comanda ali, tanto dentro dos parques como fora deles. Lá o que não falta é comida. Mas não costuma ser muito barato não. O que a princípio não deve ser problema para você. Se arranjou dinheiro para ir, vai ter para comer. Eu particularmente levei em torno de 2500 dólares e meio que não foi o suficiente (isso sem contar o que gastei na internet de passagem que foi em torno de 2500 reais). Na prática juntei aproximadamente 7500 reais em tudo. Então acho que se você juntar 10 mil reais em tudo pode ser que você aproveite mais que o suficiente. Sim, é caro. Mas vale a pena, ao menos uma vez fazer isso. E se for criança vai aproveitar menos, digo logo (só na Disney que pode aproveitar mais já que são atrações que visam mais diversão em família, sem muita coisa radical que nem a Universal e outros parques). Embora uma criança vá ficar provavelmente mais maravilhada que um adulto. Então depende. Se você tiver filho, leve ele. E quando ele crescer incentive-o a juntar seu próprio dinheiro para voltar como adulto. E quem sabe pagar para você ir junto, né?


    Foto: Felipe Drummond

    11- Além do parque do Harry Potter, tem outra coisa que você indica a visitarem em Orlando?

    Sim, indico que visitem todo o resto que há na Universal além do mundo de HP, toda a Disney (esse parque visa mais atrações em família), o Sea World (esse é um parque temático de água, mas não vá de sunga e biquíni, isso não é um parque aquático. Só tem tema de água mesmo. São coisas diferentes), parque do Busch Gardens (tema de selva com safari e tudo, é especialista em montanhas russas bastante radicais). Existe o restaurante Medieval Times (lá simula um mundo medieval que você é servido conforme a época. Sim, você come com a mão. E tem uma arena no meio do local que os guerreiros lutam até a morte em nome do rei. No final você pode tirar fotos com eles se quiser). E bem, existem outras coisas, mas agora não estou lembrado ou simplesmente não visitei, mas esses são os mais importantes. Só dentro dos parques há muita coisa.

    Queria agradecer o meu amigo Felipe pela entrevista. Obrigada! Podem perguntar qualquer coisa nos comentários que o Felipe irá responder. 

    10 comentários:

    1. aaaaaahhhh manhêê eu querooooo!!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Também quero \o Vamos, só me falta a grana kkkkkk

        Excluir
    2. Acredito que seja algo que ele não queira responder, porem, Adoro HP, tipo, amo de paixão, daria tudo pra conhecer Hogwarts, mais do que isso, adoraria andar no expresso, porem, tenho MUUUUUUUUUITO medo de barata, acho que desmaio se alguma chegar perto de mim. Enfim, porque voc diz "Dica: quem tem medo de barata não ande nesse trem." , sei que disse pra deixar o misterio no ar, mais diz ai kkkkkk #Curiosa

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. KKKKKK, na verdade foi mais brincadeira minha. Não sei se é assim toda vez que você anda no trem (eu só andei uma vez, então não sei dizer se mudaria numa segunda viagem). mas quando eu andei no expresso, além do que você vê pela janela e barulhos estranhos que você ouve como se tivesse acontecendo algo no trem, você vê umas sombras passando pela porta do seu vagão, no corredor, mas como a porta ta fechada você só enxerga sombras. Aí no final da viagem aparece a sombra de uma barata enorme andando na porta haha. Não sei se causaria espanto a quem tem horror de barata, mas não é nada demais e acontece muito rápido. Capaz de nem dar tempo de ter pavor.

        Excluir
    3. kkkkkkkkkk que demais.
      Eu amei saber, sou fã, totalmente apaixonada e se fosse visitar um dia seria lá, não o parque Disney hahaha.
      Amei saber de tudo e acredito que para fora é bem mais barato do que dentro do Brasil, bom saber também do Espanhol acho mais fácil dizer e compreender... sobre as baratas me deixaram curiosas, tem algo haver com o filme?
      Parabéns e poderia mostrar o perebe e até uma foto da varinha de chocolate rs, mas acho que o estômago não deixa mais XD.

      Abraços!
      De tudo um pouco

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não, não tem a ver com filme. É só para brincar um pouco esse lance da barata. Só aparece a sombra dela na porta como expliquei numa outra pergunta de outro comentário. A foto da varinha eu não tenho. Não tirei foto dela e nem com ela. Eu comi só ahuahuahuahu. Já a foto do meu Perebas (que mora na minha cama atualmente) tá aqui
        http://www.casimages.com.br/i/150501035101510666.jpg.html

        Excluir
    4. Adorei a matéria e amoooooo HP

      http://jovemtentada.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    5. Ah que sonho!!! Sou super fã de HP e não vejo a hora de conhecer o parque e comprar tudo de recordação hahaha. Vou ter que levar um dinheiro extra só para as bugingangas.
      Adorei!
      Beijinhos

      paixaodeleitora.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu também sonho com isso, também quero comprar varias coisas :D

        Excluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo