• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 20/04/2015

    Não se apega, não (resenha)

    Olá leitores,

    Como vocês estão? Posso afirmar que estou bem. Já adianto que essa será uma resenha diferente das demais apresentadas no blog, vou me ater aos sentimentos em relação ao livro e em como ele me ajudou nessa fase da minha vida.

    Foto: arquivo pessoal. Obs.: costumo marcar o livro com post it

    Sai de um relacionamento de quase cinco anos, não vou citar detalhes, pois não me sinto preparada para falar disso. Além do mais esse nunca foi um blog pessoal, apesar de ser um blog recheado das minhas opiniões, nunca fui de expor a minha vida particular aqui. Espero que compreendam.
    Então, quando se está em um relacionamento, se cria uma rotina a dois, e quando esse termina você fica perdido, ou pelo menos eu fiquei. Logo, minha amiga me deu de presente o livro "Não Se Apega, Não" da Isabela Freitas, publicado pela editora Intrínseca, que possui 254 páginas, alegando que a havia ajudado quando passou pela mesma situação que eu.

    Foto: arquivo pessoal

    Términos de relacionamentos todo mundo passa, eu já passei, ela passou, enfim, é algo comum que deve ser encarado com naturalidade. O livro narra a história de Isabela, uma garota que acabou de terminar um namoro e se sente perdida. Ela vai retornando a vida de solteira, errando e acertando. 
    A obra me ensinou que eu sou a minha melhor companhia, que é o momento de cuidar de mim mesma, de me aceitar como eu sou, e de melhorar de minha autoestima. Não devo ter medo de ficar sozinha e "sair catando papel na ventania", porque se sair procurando alguém só vou encontrar mais uma pessoa para me decepcionar novamente. 

    Tá, talvez eu tenha lá um pouquinho de medo de ficar sozinha, talvez isso seja mesmo normal... Mas não posso aceitar a ideia de total dependência de um namorado; eu preciso aprender a viver sem estar com alguém do meu lado.
    É o momento de aproveitar o tempo hábil para fazer o que eu gosto, me dedicar a faculdade, filmes, séries, as leituras, ao blog, a qual a Deborah falou para eu tirar forças disso para escrever.

    Francamente, términos não são de todo ruins. Tão logo pus um ponto-final no meu namoro, me vi rodeada de pessoas que queriam o meu bem e minha felicidade, sem falar numa gostosa sensação de liberdade que, aos poucos, foi tomando conta de tudo.
     Me vi na pele da protagonista Isabela, pois estava cometendo os mesmos erros que ela. Chorei lendo, foi como "um balde de água fria" necessário para eu aprender a focar mais em mim mesma e seguir em frente sem medo.

    Foto: arquivo pessoal

    Não sei se é um livro de autoajuda, uma autobiografia ou ficção só sei que me ajudou em um momento difícil e isso que importa. 
    Vocês já leram? Gostaram? Comentem.

    11 comentários:

    1. nunca li mas o livro esta na minha lista de proximas leituras, fico feliz que ele te ajudou bastante, espero que voce fiquei bem :)
      tonsdeleitura.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Me ajudou mesmo, quando estou deprimida lembro dele :D

        Excluir
    2. É tão bom quando lemos um livro e ele nos faz refletir e nos ajuda, fico feliz que vc esteja melhor. Minha tia tem esse livro (eu vi na estante) vou pedir emprestado kk,gosto de livros de autoajuda,parece ser muito divertido apesar de vc ter chorado. mas como sou solteira mesmo haha.

      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Me ajudou demais. Pede emprestado sim, vale a pena e é de graça rsrs

        Excluir
    3. por incrivel que pareça o livro é tudo isso
      autobiografia com ficção e auto ajuda kkkkkkkk
      eu tbm adorei ler esse livro
      teve muita coisa dele que tirei pra minha vida pena que o seu relacionamento tenha acabado :( espero que estejas bem...

      www.meumuraldeideias.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pode ser tudo isso mesmo kkkk Tirei lições para a minha vida inteira mesmo.

        Excluir
    4. Ainda não li esse livro, mas estou querendo muito! Assim que ler vou dar minha opnião sobre ele lá no blog também. Parabéns pelo blog, é lindo e sucesso.
      http://alohaanablog.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    5. Oi Tainan,
      Já conhecia esse livro, mas nunca tive a oportunidade de ler. A diagramação parece estar caprichada!!
      Que bom que ele te ajudou, acho que um bom livro tem esse poder em nós!!
      Beijos,

      versosenotas.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    6. Tainan fico feliz que vc tenha lido e gostado desse nacional. Desde seu lançamento tenho vontade de ler, mesmo sem estar nessa fase de perdas e readaptação amorosa, mas estou em outros aspectos da vida. Então penso que livros assim só ajudam aqueles que o lêem. Valeu pela dica e força na superação dessa fase.

      Leituras, vida e paixões!!!!

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo