• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 11/03/2015

    Séries x volumes únicos: um debate sobre o assunto

    Olá leitores,

    Tenho notado a moda das séries literárias, ou seja, uma boa parte dos autores tem lançado continuação dos livros, fazendo deles uma série.
    Um exemplo disso foi a Marina Carvalho, que ao lançar o De repente Ana, a continuação de Simplesmente Ana, ocasionou um grande problema, pois ela havia colocado um fim no livro, colocando um final para todos os personagens, o que acabou se contradizendo na continuação. Entendo que ela lançou a continuação a pedido dos fãs, mas quem leu ambos em seguida  reparou que ficou confuso, visto que ela falou uma coisa no final do primeiro volume, a qual não ocorreu no segundo volume.
    Encontrada, a continuação de Perdida, da Carina Rissi, também não estava programado. Todavia, um livro simplesmente continuou no mesmo momento em que acabou o outro, o que não prejudicou a leitura.
    Também há autores que optam por lançar uma história em dois volumes. É o caso da Margarida Pizzarro, na sua obra Em Busca das Borboletas, a qual é uma única história dividida em dois volumes. A autora fez assim pois cada um tem mais de 400 páginas, então achou que ficaria enorme no caso de um volume único. A capa é exatamente a mesma em ambas as obras. O que diferencia é o fato de um estar escrito volume I e o outro II, obviamente. Nesse caso, achei um acerto pois acredito que nem todos comprariam um livro de mais de 800 páginas.

    Em busca das borboletas volume I e II. Fonte: custojusto.pt

    O que eu tenho reparado são as "trilogias de 5 livros", termo tirado da capa do O Guia do Mochileiro das Galáxias. Claro que para se ter uma trilogia é necessário ter apenas três livros, mas o que ocorre é que inicialmente os autores lançam 3 e começam a lançar os livros extras. Um exemplo disso é A Seleção da Kiera Cass que começou a contar a história da América em: A Seleção, A Elite e a Escolha. Agora lançou paralelamente contos envolvendo outros personagens da trama. É válido e lerei também.
    O que complica nessas séries que se tornam enormes é que se você não compra no primeiro livro e já começa a acompanhar, você fica na dúvida se ela é realmente boa e se vale o investimento, visto que um box de série sai bem caro. Outro problema é que, se você acompanha desde o início, demoram a lançar a continuação da obra.
    Sinto falta dos volumes únicos. Que venham mais Nicholas Sparks e John Green.

    Vocês preferem séries ou volumes únicos? Sentem falta dos volumes únicos?

    14 comentários:

    1. Repare que não é só nas séries de livros que vem ocorrendo isso. Nas de filmes também. Tipo Velozes e Furiosos... já perdeu a graça. Beijos Tai

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, o pessoal tem dividido filmes em parte 1 e parte 2, não sei se é necessário ou para ganhar bilheteria.

        Excluir
    2. Particularmente prefiro os volumes únicos. Não quero ter o risco das continuações serem fracas ou até mesmo ruins!! Ou pior, demorarem para serem lançadas. Tenho uns 3 livros aqui que amo, mas a editora não decide quando sai a continuação!!
      Beijoss

      www.notavelleitura.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Geralmente eu acho o primeiro livro melhor. Que complicado Isabelle :(

        Excluir
    3. Oi Tainan
      Eu gosto tanto de séries como de livro único e não sinto falta nem de um nem de outro, já que consigo "revezar" essas leituras. Esse ano, até agora, é o único ano que não planejei a leitura de nenhuma série, pelo menos por enquanto. Tenho muitos livros únicos abandonados na estante e resolvi tirá-los de lá, já que já li quase todas as séries que tenho. Acho que o importante é saber dosar e ir revezando pra não enjoar nem de um nem do outro.
      Beijos

      Vidas em Preto e Branco 

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu sinto falta de lançarem mais volumes únicos :( Tenho que fazer isso também Lary, estou cheia de livros na estante que não li ainda. Verdade :D

        Excluir
    4. Isso tudo é marketing para vender mais e ganhar mais dinheiro com o livro, e como se já não bastassem os livros os filmes estão indo no mesmo caminho, um filme sendo dividido em 2 para obter mais bilheteria.
      Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Realmente, tem casos que é marketing pois não há necessidade de continuação da obra. Sim, os filmes também estão indo no mesmo caminho :(

        Excluir
    5. Oi Tainan,
      Eu também estou para publicar um post sobre isso no blog há tempos. É uma questão complicada essa das 'sagas'.Por um lado eu gosto muito de volumes únicos porque não é necessário esperar séculos pelo próximo volume e por outro, eu gosto de sagas porque vão dar continuidade a uma história que você gostou muito. Eu adoraria uma continuação de A Culpa é das Estrelas. E não me vejo sem os sete volumes de Harry Potter. meu truque para fazer dar certo é sempre esperar um tempo para comprar o box completo. Tudo bem, vou ler depois dos outros, mas terei certeza que garanti o melhor preço, uma coleção linda e que poderei lê-los em sequência se quiser.

      Beijos,
      Mari Siqueira
      http://loveloversblog.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Realmente tem sagas que são necessárias os volumes, Harry Potter é um caso, mas tem sagas que se esticam demais, com inúmeros volumes, eu acho complicado comprar o box sem saber se vou realmente gostar, claro para isso tem as resenhas :D

        Excluir
    6. Não vou mentir, até gosto de séries, mas poucas são aquelas que leio até o final. De repente, o autor ou autora está lançando cinco, dez livros, e a história já não é nem de longe tão boa quanto no primeiro livro. Por isso, prefiro um volume único que me dê vontade de ler várias vezes, do que uma série que eu provavelmente só vou ler uma vez e depois largar.
      http://thaisnacidade.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Realmente, também são poucas que dou continuidade, tem umas que eu paro pelo caminho porque acho que o autor começa a enrolar em algo que já poderia ter dado um final.
        Também adoro reler livros :D

        Excluir
    7. Eu prefiro os volumes únicos, pois gosto de variar os assuntos das minhas leituras, não gosto de ficar lendo sobre uma ´nica coisa por muito tempo.
      Sabe o que acontece também? Dividir livros volume único em mais de uma adaptação cinematográfica, como em "O Hobbit", achei desnecessário 3 filmes, que ficaram super diferentes do livro.

      Belo post, Tainan.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Nunca li O Hobbit, mas confesso que acho estranho um livro tão fino como aquele ter 3 filmes, sem falar que demora anos para sair a outra parte no cinema :o

        Excluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo