• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 29/03/2015

    Poema: amor de amor

    Olá leitores,

    Como estão? Tirei esse poema do livro Flores e Amores, publicado de forma independente no ano de 2001, escrito por Edegar Generoso (meu pai) e m parceria com João Marino Vieira (meu padrinho). O poema em questão é do meu pai. Vamos lá:

    Amor de amor
    (Edegar Generoso)

    Nosso amor é de sangue
    Quando derramado 
    Faz brotar insurreição.

    Nosso amor é de relva
    Perene, que em beira de qualquer estrada
    Resiste e sobrevive, mesmo quando pisoteada.

    Nosso amor é de amor
    Que faz a gente feliz
    Mesmo quando há dor.

    Nosso amor é jovem árvore
    Que não se dobra em qualquer vento,
    Seus frutos para si não são
    Mas para os carentes de alento.

    Nosso amor está nos olhos
    Está no peito
    Habita a alma.
    Dele resultam nossa luta,
    Nosso carinho e nossa calma.

    Fonte da imagem: Mensagens com amor
    Vocês gostaram? Qual o trecho preferido?

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo