• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 01/02/2015

    Poema: soneto de aniversário

    Olá leitores,

    Como muitos de vocês já devem saber, ontem foi o meu aniversário, logo aproveitei para colocar um poema sobre esse tema aqui no blog.

    Soneto de aniversário
    (Vinicius de Moraes)

    Passem-se dias, horas, meses, anos
    Amadureçam as ilusões da vida
    Prossiga ela sempre dividida
    Entre compensações e desenganos.

    Faça-se a carne mais envilecida
    Diminuam os bens, cresçam os danos
    Vença o ideal de andar caminhos planos
    Melhor que levar tudo de vencida.

    Queira-se antes ventura que aventura
    À medida que a têmpora embranquece
    E fica tenra a fibra que era dura.

    E eu te direi: amiga minha, esquece...
    Que grande é este amor meu de criatura
    Que vê envelhecer e não envelhece. 

    Simplesmente adorei esse poema e vocês? Qual trecho vocês gostaram mais?

    12 comentários:

    1. Vinicius é sempre uma boa pedida. ele sempre tem um poema para ocasiões especiais. Parabéns por mais um ano e tudo de bom na sua vida.

      Minhas Impressões

      ResponderExcluir
    2. "Faça-se a carne mais envilecida
      Diminuam os bens, cresçam os danos"

      Vinicius, tem palavras para toda e qualquer ocasião. Para poucos. Belo Texto.
      Meus parabéns - sucesso.

      Beijos Dominicia
      www.dominicia.wordpress.com

      ResponderExcluir
    3. Oie tudo bem?
      Eu, não costumo ler muitos poemas, embora muitos sejam lindos.
      Adorei este!
      bjus

      http://magisbook.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu criei o hábito para postar no blog, estou gostando.

        Excluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo