• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 20/01/2015

    O restaurante no fim do universo (resenha)

    Olá leitores,

    O restaurante no fim do universo é volume dois da série O mochileiro das galáxias, para ler a resenha do volume um: resenha do guia do mochileiro das galáxias.
    Contém spoilers do primeiro livro da série.


    Fonte: Google imagens

    Escrito por Douglas Adams e publicado pela editora Arqueiro em 2010, a obra contém 173 páginas de pura ficção.
    O livro se inicia com uma frase intrigante que resume bem o enredo da série:

    Existe uma teoria que diz que, se um dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e por que ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável. Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu.
     Após descobrirem que a resposta para vida e o universo e tudo mais é 42, os personagens vão atrás de saber qual é exatamente a pergunta. Contudo, após serem atacados por uma nave vogon, a confusão se inicia, os tripulantes se separam e na narrativa começa a ser focada no Zaphod Beeblebrox, aquele maluco ex-presidente da galáxia. O que me deixou um pouco incomodada pois me identifico muito mais com o Arthur, já que é um dos poucos terráqueos da história, o qual assim como eu fico um pouco perdida e suas perguntas me ajudam a me situar no enredo.
    O livro faz você se imaginar naquela imensidão que é o universo e sonhar em viver essa aventura, embora seja difícil viajar pelo universo, isso é facilmente realizado na leitura dessa obra, logo, é possível ler
    Em meio de viagens no tempo, a aventura por toda galáxias continua e vai parar no Restaurante no Fim do Universo que é localizado exatamente no fim do universo (jura?) 

    O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante no Fim do Universo? Devorar um suculento bife de boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão fatal? (trecho da contra capa do livro)
    Esse livro dá um destaque especial ao Marvin, aquele robô extremamente mal humorado que vive reclamando da vida, que chega a ser tão chato que faz o leitor da risada, me apeguei demais ao personagem. 
    A obra é uma aventura recheada de ficção e com momentos de humor, a qual eu recomendo para todos que gostam do gênero.

    5 comentários:

    1. Adorei a resenha,esse livro parece ser divertido!Bjs

      ResponderExcluir
    2. Olá!
      Minhas próximas leituras serão os cinco livros da série O Mochileiro das Galáxias, mas eu já li os dois primeiros, porém resolvi recomeçar do zero. Gosto muito desse livro, principalmente por conta de seu desfecho eletrizante. Essa introdução é mesmo incrível, não é? Eu também a citei na resenha lá no blog.

      Leitores Forever

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu tinha lido o primeiro e reli para começar do zero também, incrível demais.

        Excluir
    3. Adorei sua resenha, como sempre! Eu só li o primeiro livro dessa série. Gostei bastante!! Talvez em breve eu pare para ler os outros livros.

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo