• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 30/12/2014

    Um Gato de Rua Chamado Bob: a história de amizade entre um homem e seu gato (resenha)

    Olá leitores,

    Não sei se todos sabem, mas sou apaixonada por gatos, tenha uma chamada Meia Noite, logo, a capa linda com esse gato laranja de cachecol me chamou a atenção.
    Um gato de  rua chamado Bob é do autor James Bowen e foi publicado pela editora Novo Conceito no ano de 2014 (a 5ª impressão, que é a que eu tenho), contém 234 páginas e é o primeiro livro de uma trilogia. 
    Fonte: Editora Novo Conceito

    O livro é uma autobiografia do James Bowen, o qual ganha a vida tocando guitarra nas ruas de Londres, não o considero um morador de rua porque teoricamente ele não vive na rua e sim em um apartamento simples alugado com o dinheiro que ganha. Mas sim, ganha dinheiro nas ruas. Enfim, James é alguém tentando largar o vício em heroína. Um dia encontra um gato laranja no prédio em que mora, a principio James acredita ser o animal de estimação de algum morador, mas depois de perguntar e ver que não, resolve ajudar o gato, pois o mesmo está ferido. Após duas semanas de tratamento, ele pensa devolver o animal para as ruas de Londres, contudo nota que o gato se apegou a ele, então resolve ficar com o bichinho. Um dia, James sai para tocar nas ruas e Bob o segue, logo, James começa a reparar que Bob chama a atenção das pessoas e consequentemente, ele ganha mais dinheiro, James reluta em transformar Bob e em seu companheiro de trabalho, mas observa que Bob gosta de estar ali olhando o movimento das ruas.

    Por ser uma biografia, é uma leitura que não prende a atenção, pois conta a rotina da vida dos dois, sabe-se que não é todo dia que acontece algo de muito interessante na vida, também não tem suspense, cada capitulo é um dia. 
    James descreve perfeitamente o comportamento de Bob e pesquisa se isso é normal com os demais gatos, portanto é um livro que indiretamente fala sobre o comportamento dos gatos.
    Além dos gatos, o autor também relata as dificuldades de alguém em tratamento para largar o vício das drogas. A obra também aborda as dificuldades de trabalhar nas ruas e os programas que Londres tem de apoio a essas pessoas.
    É impressionante o quão Bob ajudou o seu dono a lidar com os problemas, acho que o fato de ter alguém para cuidar, dependente dele ajuda. 
    A obra possui uma linguagem simples.
    É uma história de superação de dificuldades e do amor de um homem pelo seu animal de estimação, eu, como uma apaixonada por gatos, adorei. Porém, não recomendo para quem não gosta de animais, pois é bem descritivo no relato de comportamento deles.
    Pretendo fazer uma postagem só de citações sobre o livro, tem várias maravilhosas, aguardem.
    Vocês já leram? Gostaram? Gostam de gatos? Comentem.

    9 comentários:

    1. Eita que história legal, agora quero compra o livro, boa sorte em seu blog e feliz ano novo :D :D

      http://www.umcontoliterario.com/

      ResponderExcluir
    2. Todo mundo fala super bem desse livro, quero muito ler ele logo.
      http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2014/12/sombra-e-ossos_29.html

      ResponderExcluir
    3. Que bom que gostou desse livro, apesar de achar esse gato lindo e adorar bichinhos não tenho interesse no livro, principalmente por ser uma trilogia, não acho que seria necessário. Mas vou acompanhado a opinião de blogueiras como vc e já fico satisfeita.
      Beijos e ótimo fim de ano!!!

      Leituras, vida e paixões!!!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que lindo, realmente não sei aonde o autor vai chegar com a trilogia, mas quero continuar lendo :D

        Excluir
    4. Oi
      Gostei da resenha, já vi muitas resenhas positivas dele e que bom que gostou.
      Eu não gosto de gato, mais estou lendo um que o gato é o protagonista O príncipe gato. Acho que não leria o livro do Bob.

      momentocrivelli.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Se não gosta de gato, não recomendo pois é realmente muito descritivo em relação ao animal.

        Excluir
    5. Como falei em outra postagem, eu amo gatos, e desde então, pela simples capa, me apaixonei pelo Bob. Me apaixonei mais ainda com sua resenha, nunca li um livro sobre gatos, mas pretendo ler em breve esse livro do Bob, quero me apaixonar mais e mais por ele. Ele me lembra muito o gato do meu namorado, que faleceu faz pouco tempo, Neném era igualzinho ao Bob, gordinho, quietinho e muito apegado ao meu namorado e á sua mãe.
      http://adolescentecriativaaa.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo