• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 12/10/2014

    Poema: Criança Desconhecida

    Olá leitores, 

    Como estão? Feliz dia das crianças e feliz dia de Nossa Senhora Aparecida para aqueles que creem. Pensando nessa data resolvi postar um poema sobre criança, pesquisei muito até achar algum que me agradasse, então achei um do Alberto Caeiro, personagem criado pelo Fernando Pesssoa, isto é, escrito por pelo mesmo sob o pseudônimo de Alberto. Vamos ao poema:

    Criança desconhecida
    (Alberto Caeiro)

    Criança desconhecida e suja brincando à minha porta, 

    Não te pergunto se me trazes um recado dos símbolos. 
    Acho-te graça por nunca te ter visto antes, 
    E naturalmente se pudesses estar limpa eras outra criança, 
    Nem aqui vinhas. 
    Brinca na poeira, brinca! 
    Aprecio a tua presença só com os olhos. 
    Vale mais a pena ver uma cousa sempre pela primeira vez que conhecê-la, 
    Porque conhecer é como nunca ter visto pela primeira vez, 
    E nunca ter visto pela primeira vez é só ter ouvido contar. 

    O modo como esta criança está suja é diferente do modo como as outras estão sujas. 
    Brinca! pegando numa pedra que te cabe na mão, 
    Sabes que te cabe na mão. 
    Qual é a filosofia que chega a uma certeza maior? 
    Nenhuma, e nenhuma pode vir brincar nunca à minha porta.

    Imagem tirada do google
    E vocês gostaram? Conheciam o poema?


    8 comentários:

    1. Seus posts são sempre ótimos, parabéns pelo seu blog!


      http://www.jujunamonier.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que bom saber que você gosta dos meus posts e do blog Juju.

        Excluir
    2. Amei o poema!

      http://closetsecretodoeddie.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    3. Adorei o seu blog! E vou me inscrever Pq amo poemas, citações etc. E a estrutura do seu blog está ótimo, tudo lindo!
      Beijos e sucesso! Te espero no meu blog Www.mariinmakeup.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    4. Não conhecia esse poema, adorei essa parte "Acho-te graça por nunca te ter visto antes"
      gostei do poema ♥
      Beijos ♥
      O Melhor de Mim

      ResponderExcluir
    5. Nossa não conhecia esse poema, gostei bastante.
      Parabéns pelo seu blog, adorei conhecer.
      http://www.andressalara.com/

      ResponderExcluir
    6. Muito bom o poema!

      xx Carol
      http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
      Tem resenha nova de "O Começo de Tudo" no blog, vem conferir!

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo