• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 14/09/2014

    Poema: José

    Olá leitores, 

    Como foi o fim de semana? O meu foi bem corrido, mas foi bom. Este poema é bem conhecido, encontrei ele com dois títulos: "José" e "E agora, José?", optei por colocá-lo aqui com o primeiro, pois sigo o Jornal da Poesia, o qual é considerado um renomado site de poesia, link: aqui.
    Enfim, vamos ao poema:

    José 
    (Carlos Drummond de Andrade)
    E agora, José?
    A festa acabou,
    a luz apagou,
    o povo sumiu,
    a noite esfriou,
    e agora, José?
    e agora, você?
    você que é sem nome,
    que zomba dos outros,
    você que faz versos,
    que ama, protesta?
    e agora, José?

    Está sem mulher,
    está sem discurso,
    está sem carinho,
    já não pode beber,
    já não pode fumar,
    cuspir já não pode,
    a noite esfriou,
    o dia não veio,
    o bonde não veio,
    o riso não veio,
    não veio a utopia
    e tudo acabou
    e tudo fugiu
    e tudo mofou,
    e agora, José?

    E agora, José?
    Sua doce palavra,
    seu instante de febre,
    sua gula e jejum,
    sua biblioteca,
    sua lavra de ouro,
    seu terno de vidro,
    sua incoerência,
    seu ódio — e agora?

    Com a chave na mão
    quer abrir a porta,
    não existe porta;
    quer morrer no mar,
    mas o mar secou;
    quer ir para Minas,
    Minas não há mais.
    José, e agora?

    Se você gritasse,
    se você gemesse,
    se você tocasse
    a valsa vienense,
    se você dormisse,
    se você cansasse,
    se você morresse...
    Mas você não morre,
    você é duro, José!

    Sozinho no escuro
    qual bicho-do-mato,
    sem teogonia,
    sem parede nua
    para se encostar,
    sem cavalo preto
    que fuja a galope,
    você marcha, José!
    José, para onde? 

    Fonte: google

    Esse é um dos meus poemas favoritos, pois José pode ser qualquer pessoa que tem um problema e não vê saída para o mesmo, quantas vezes já tivemos numa situação dessas? No lugar do José? E vocês: já conheciam o poema? gostaram?

    17 comentários:

    1. Olá Tainan.
      Quem me apresentou esse poema foi minha vó,
      quando enfrentei uma situação bem difícil na minha vida.
      Ele me tocou bastante, assim como ela me recomendou sempre quando me sentia triste eu lia, acabei decorando.
      Levo ele sempre comigo.
      O texto me veio com o título de: E agora José.
      Beijos

      http://leituradelua.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Luana, é um poema perfeito que realmente nos ajuda nas hora difíceis, você conseguiu decorá-lo? Ele é grandinho rsrs

        Excluir
    2. Muito lindo,vou anotar na minha agenda...Bjokas Sucesso
      http://docemell2014.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    3. Um dos meus poemas preferidas da vida inteira!

      Love, Nina.
      http://ninaeuma.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    4. Oi Tainan, tudo bem?
      Apesar de você falar que é um poema muito conhecido eu ainda não tinha lido ele! Mas eu gostei bastante, adoro blogs que trazem poemas famosos ou de própria autoria...

      Beijão ;*
      http://www.livrosesonhos.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que bom que você gostou Maiara, fico feliz em apresentá-lo a novos leitores.

        Excluir
    5. Adoro esse Poema ! E agora José ? hahaha
      Quantos problemas tem esse José nê?! hihi
      Beijos ♥
      O Melhor de Mim

      ResponderExcluir
    6. AMO Drummond, um dos meus poetas favoritos! Este poema, aliás, é um dos que mais gosto tb. Td a luta diária e as questões metafísicas com as quais ele lida mostra que tds somos "Josés". Mto legal!
      http://livroarbitriodotco.wordpress.com/

      ResponderExcluir
    7. Amo esse poema, amo o autor! Eu já o conhecia, pois fiz um trabalho de literatura sobre ele no colégio e desde a primeira vez que li, me encantei! (o que não é estranho pra alguém que ama literatura como eu hahahaha). Adorei seu post, parabéns e sucesso com o blog! :)

      Beijos, imaturidadeadolescente.tk

      ResponderExcluir
    8. Eu adoreiiiii! Não conhecia, mas estou apaixonada.
      Estou te seguindo, viu?
      Beijão,
      http://www.renatacaparroz.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que bom que gostou Renata, vou fazer uma visita no seu blog também, obrigada :D

        Excluir
    9. Ah, eu nunca lembro a ordem dessa poesia, mas sempre que algo acontece a gente, por aqui, menciona: "E agora, josé?" hahahah
      Adoro essa poesia, e, como você disse, é um reflexo da nossa própria vida, quem é que não tem problemas para resolver e simplesmente nao sabe o que fazer?

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo