• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 09/08/2014

    Relato de uma futura professora

    A pessoa te acha com cara de inteligente e logo pergunta:
    - Você faz que curso? - esperando que você responda algo como direito ou medicina.
    - Letras. 
    Ela fica pensativa tentando analisar a resposta e faz uma cara de decepção: você parecia tão inteligente, logo questiona:
    - Mas você vai ser professor? - apesar de saber que você cursa licenciatura, pensa que como você aparenta ser esperto, tenha achado outra opção para o seu futuro.
    - Sim, de português.
    A cara de desgosto aumenta.
    Outra situação, você encontra um professor de português, portanto, decide contar que você seguirá sua profissão, ele te responde:
    - Mas você não vai ser alguém na vida sendo professor de português. - você fica confuso e não entende porque ele fala de si próprio assim. - Você tem que cursar alguma engenharia. 
    Então, você abre a boca para perguntar se casando com engenheiro você será alguém na vida, todavia, não quer passar a impressão de interesseiro, já que não namora porque causa da faculdade e sim porque o ama. 
    Trouxe esses diálogos para expressar a realidade: as pessoas te olham com cara feia quando você diz que vai ser professor e os próprios professores não valorizam a profissão que tem, entretanto, deveriam ser os primeiros a elogiá-la. 
    Você pode ser um profissional de qualquer área, porém, precisou de alguém para ensiná-lo. Acredito que para melhorar nosso país é necessário começar investindo em escolas e bons profissionais. Não acredito que qualquer um possa exercer essa profissão, a pessoa deve ter no mínimo uma noção de didática e gostar do que faz . Uma simples palavra pode marcar e mudar a vida de um aluno (quem não se recorda de um professor ruim que teve?). Lembro-me bem que eu tinha um professor que dizia que quem não entendia os exercícios era burro, porém, eu tinha dificuldades na matéria, logo, eu nunca levantava a mão para perguntar algo. 
    Claro que existem exemplos positivos, se você opta por fazer licenciatura provavelmente teve um professor muito bom que te inspirou. (Obrigada por tudo professor Edson!)
    Vale ressaltar que o papel do professor é transmitir conhecimento, isto é, fazer com que o aluno aprenda o conteúdo, não educar. Dar educação é papel dos país e isso deve ser feito ao longo da vida da criança, inclusive deve ser começado antes da vida escolar. Claro que se o professor identificar algo de errado com o aluno deve procurar solucionar.
    Enfim, não é porque se cursa letras que tem a obrigação de ser professor, pode ser tradutor, redator, interprete, entre outros. Porém, eu optei por fazer a diferença, seguindo a profissão de minha mãe e minhas tias. Todavia, em uma matéria diferente. 

    Imagem tirada do google
    Me desejem boa sorte e quem sabe eu dê aula para os filhos de vocês! 

    11 comentários:

    1. Otimo texto. Ser professor pra mim é uma das profissões mas importantes pois são eles que transmiti todo seu conhecimento, tudo que sabem e nos ensinam. Bom essa é minha opnião.

      http://www.oneofff.com.br/

      ResponderExcluir
    2. O sistema educacional brasileiro está em crise e por isso a profissão de professor não recebe o valor que lhe é devido. Sonho que que uma nova geração de professores mudar essa realidade. Parabéns pelas reflexões

      ResponderExcluir
    3. Muito bom texto! Determinação, dedicação e brilho nos olhos vai-nos fazendo professores sob os olhares daqueles que não nos entendem e os aplausos de reconhecimento dos que valorizam nosso ofício!

      ResponderExcluir
    4. Estou na profissão a bastante tempo. Tenho ainda o brilho no olhar ao ensinar. Vibro quando os educandos estão empolgados! Não é uma tarefa fácil ser educador no Brasil! Hoje apenas 2,5 %n das pessoas querem segui esta carreira. Me sinto orgulhosa por ter uma filha nela. Parabéns Tainan.
      Mariângela ( professora de Artes )

      ResponderExcluir
    5. Quando falei para minha familia que cursaria Letras, foi uma frustração geral kkk

      http://dictomia.blogspot.com.br/2015/03/como-reconquistar-seu-ex.html

      ResponderExcluir
    6. As vezes fico com dúvida em questão de gramática eu nao sei tudo... As vezes me vejo com algumas dificuldades! Quero fazer letras porque literatura me inspira. Me sinto em outro mundo! Amo... Quando vou estudar gramática é como se estivesse fazendo o que mais acho legal... Só que As vezes penso... Sobre eu nao saber tanto... Sucesso professora! #Seremos a diferença nesta geração :) Obrigada pelas palavras. Me alertaram...

      ResponderExcluir
    7. Em qual universidade você estuda?

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo