• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 24/08/2014

    Poema: As estrelas

    Olá leitores,


    Como foi o fim de semana? O meu foi bom. Hoje é domingo, dia de poema aqui no Eu Curto Literatura. Hoje vim com o poema As Estrelas do Cruz e Souza, retirado do livro Broquéis e Faróis publicado pela editora Avenida e distribuído gratuitamente pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por esse motivo, vale ressaltar que o autor é catarinense.

    As estrelas 
    (Cruz e Souza)


    Lá, nas celestes regiões distantes, 
    No fundo melancólico da Esfera, 
    Nos caminhos da eterna Primavera 
    Do amor, eis as estrelas palpitantes.

    Quantos mistérios andarão errantes, 
    Quantas almas em busca de Quimera, 
    Lá, das estrelas nessa paz austera 
    Soluçarão, nos altos céus radiantes.

    Finas flores de pérolas e prata, 
    Das estrelas serenas se desata 
    Toda a caudal das ilusões insanas.

    Quem sabe, pelos tempos esquecidos, 
    Se as estrelas não são os ais perdidos 

    Das primitivas legiões humanas?! 

    Fonte: google
    Vocês gostaram? Gostam dos poemas  eu publico aqui no domingo?

    4 comentários:

    1. Admiro muito poetas! Já tentei ser, mas me falta muita paciência! O último verso é lindo!

      Love, Nina.
      ninaeuma.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Também já tentei ser, mas só me inspirava quando estava triste, logo, saiam poemas melancólicos demais :(

        Excluir
    2. Que bonito o poema! Adoro textos que falem sobre estrelas :D

      xx Carol
      http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
      Tem review da Bienal do Livro no blog, vem conferir!

      ResponderExcluir

    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo