28/09/16

Lançamento: amores improváveis no colégio

Olá, leitores!

A obra "Amores improváveis no colégio" foi escrita por Lavínia Rocha, Augusto Alvarenga, Fernanda Medeiros, Adelina Barbosa, Mariana Cestari e Babi Ribeiro. Sim, por um conjunto de escritores reunidos. Ficou curioso para saber o resultado? Sim? Eu também. O livro será lançado em novembro pela editora D'Plácido, enquanto não chega, vamos saber mais sobre ele.

Créditos: Editora D'Plácido

Sinopse:

Seis alunos no ensino médio passam seus dias no LaFamb, um colégio interno muito conceituado e conhecido. Cruzando suas vidas dia após dia, Ágatha, Julio, Arthur, Nina, Laura e Olivia aprendem a conviver com as diferenças que permeiam os corredores. Mas em um ano letivo, muito pode acontecer para unir - ou separar - os alunos.

Será um livro de contos, no qual cada um dos autores criaram um personagem e eles interagem entre si nos contos. Adorei! Amo contos! O que vocês acharam? Pretendem ler o livro? Comentem.

26/09/16

Cara de um, focinho de outro, de Marcos Fernandes (resenha)

Olá, leitores!

Tomei a liberdade de começar esta resenha de forma diferente, ou seja, contando uma historinha: Quando vi o livro "Cara de um, focinho de outro" na lista de livros para solicitar da Butterfly, eu não quis ler, justamente por ser não-ficção. Quem solicitou o livro foi a Deborah, minha colaboradora. Mas como as parcerias funcionam assim: você cadastra um único endereço por blog (até porque as editoras tem muitos parceiros) sempre é o meu, como dona do Eu Curto Literatura, e eu encaminho os livros para as meninas. Então, quando o livro chegou aqui em casa, abri o pacote, dei uma folheada no índice e acabei ficando muito interessada, logo, perguntei para a Deborah se podia ler, ela deixou, mas já mandei o livro para ela que também gostou. Por que contei essa história? Porque ler o diferente do que você está acostumado pode ser muito bom, como foi para mim com esse livro.
"Cara de um, focinho do outro: a interação entre os animais e seus tutores" foi escrito por Marcos Fernandes, publicado pela Editora Butterfly no ano de 2015 e contém 191 páginas, com letras enormes, o que é foi muito bom pois sou "meio cegueta".

Os animais nos pedem apenas abrigo, água e comida, e, ainda assim, caso seu tutor não tenha água, comida e nem abrigo. Não haverá problemas pois a atenção e o carinho já lhe são suficientes.

Meia Noite. Foto: arquivo pessoal

Um ponto interessante da obra é que o autor chama os humanos cuidam de animais de tutores e não de donos, como estamos habituados, e é mais focada em cães e gatos. Embora, confesso que achei mais interessante a parte dos gatos, pois tenho uma gata, a Meia Noite, em determinados momentos fiquei pensando: "verdade, a Meia Noite faz isso". Por exemplo, no capítulo que aborda a relação dos animais com a doença, a Meia Noite sempre senta no colo de quem está doente na casa e sempre no local em que a dor se encontra. Houve ocasiões de se esforçar para deitar nas minhas costas pois minha dor era lá. Vale ressaltar que o livro apresenta exemplos, histórias de animais que passaram por isso, para mostrar que é realmente acontece. Outra coisa que chamou a minha atenção foi que o animal pode desenvolver a mesma doença que seu tutor.
Há, com relação aos felinos, muito preconceito. Acredita-se que eles são individualistas, só pensam neles e estão ligados mais à casa do que a seus tutores. Esta é, na verdade, apenas uma forma de interagir e de gostar.
Também me chamou atenção foi o capítulo sobre a humanização dos animais, afinal, cada vez mais estão sendo tratados como humanos. Inclusive existe um comercio voltado para os animais, vendendo roupas, acessórios, entre outros. Existem pessoas que ao invés de terem filhos, optam por criar animais. O que não é saudável para os bichinhos, pois são animais, por mais que devemos dar amor, não são seres humanos.
Atualmente, os animais de estimação tornou-se o mais novo membro da família. Muito diferente dos filhos que, com o passar do tempo, "criam asas e voam", os animais, na medida em que o tempo passa, ficam ainda mais dependentes de nós,
O livro é todo lindinho, a diagramação é linda, entre em capitulo e outro encontramos fotos de animais com os seus tutores. A linguagem do livro é simples, até eu que sou leiga no tema, consegui compreender facilmente. Porém, os temas não são aprofundados, talvez alguém que já tenha os estudados não goste tanto quanto eu.
Vocês têm animais de estimação? Quais? Já leram este livro? Pretendem ler? Comentem.

22/09/16

Resenha do filme: Romeu + Julieta



Olá leitoras da Tainan, tudo bem?

Sou Esther a nova colaboradora daqui do blog da Tainan, e espero que gostem de mim haha. Hoje trouxe a resenha de um filme que vi e gostei bastante, vamos lá?

Filme: Romeu e Julieta/ Romeu + Julieta ( achei das duas formas)
Ano: 1996
Duração: 120min
Classificação: 14 anos

O filme retrata a famosa peça de William Shakespeare, um dos principais autores da língua inglesa. O filme se passa em dias atuais( da época de 1966)  e o diálogo original de Shakespeare, foi mantido.

A linguagem é bem poética, as vezes fica difícil de entender, mas com a legenda ou voltando novamente a cena, podemos entender o que dizem. E tem na Netflix, uhuul!

Romeu, interpretado por Leonardo Di Caprio e Julieta, por Claire Danes, ambos jovens. A história se passa em Verona, cidade da Itália, onde existem duas famílias rivais, a família Capuleto (de Julieta) e a família Montecchio ( de Romeu). Os dois jovens se conhecem em um baile na mansão de Julieta e ficam juntos e fazem juras de amor. Mas será que esse amor vai prestar? Famílias rivais, será que aceitariam?

No dia seguinte, Romeu e Julieta se casaram com a ajuda de um Frade e a ama da jovem moça de 14 anos que ali estava prestes a se casar. Eles se casam e esperam o melhor momento para contar a novidade.


Houve uma confusão com o primo de Julieta, Romeu e seus amigos. E aconteceu que Romeu matou o primo de sua esposa, por sua defesa. Logo, foi expulso da cidade de Verona e ficando distante de sua amada.

Julieta estava prometida e ia de se casar com o tal amigo do príncipe, nobre e que sua família o adorava. Mas Julieta queria Romeu. E queria adiar o casamento, pois tinha de ficar com seu amado.

Eis que o Frade tem um plano. Julieta tomaria um veneno que paralisaria seu corpo por vinte e quatro horas, o que faria parecer morta, enquanto o Frade enviaria a Romeu uma carta, contando o plano. Romeu a buscaria na cidade de Verona e fugiriam juntos.

Será que a carta chega até Romeu? Será que eles se encontram? Julieta não se casa? Ele chega a Verona a tempo? Isso você só descobre vendo o filme haha.

Eu gostei muito, achei bem emocionante e triste, mas vale a pena assistir. Eu vi e descobri o filme através de um trabalho escolar. Achei que eles atuaram muito bem.

Espero que tenham gostado e me digam. Já assistiram? Conhecem a história? Gostaram do post? Comentem! Um super beijo e até a próxima.

Meu blog: www.estherlopes.com.br
Instagram: @esthefrlopes
Snapchat: estherlopes01
Facebook: Facebook.com/blogestherlopes



Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo