• início
  • contato
  • parceria
  • blogroll
  • Livros Resenhados

  • 24/03/2017

    Séries que estou assistindo no momento

    Olá, leitores!

    Vou falar um pouquinho a respeito das séries que eu estou assistindo, em que temporada e o que estou achando.

    The 100:

    Do que se trata?

    É uma série futurística em que  houve uma guerra nuclear e a Terra ficou inabitável, por isso as pessoas estão vivendo no espaço. Porém, 97 anos depois a nave está com problemas, então resolvem mandar 100 adolescentes (por isso o nome da série) infratores para verificar se a Terra voltou a ser habitável. Se você viu os primeiros episódios e não gostou, digo que a partir do 5º vale a pena.

    Em que temporada estou?

    Estou na 4ª.

    O que estou achando?

    Melhorou muito em relação à terceira; sinceramente achei a trama da Cidade Luz bem fraca, a da radiação está bem melhor. Clarke está crescendo como protagonista, admiro a esperança e persistência dela em tentar resolver os problemas e assim tentar salvar a humanidade. 

    Créditos: CW
    Reign:

    Do que se trata?

    Narra a vida da rainha Mary Stuart da Escócia.

    Em que temporada estou?

    Na 4ª e última, :(

    O que estou achando?

    Considerando que a série foi cancelada e por isso tem que terminar de contar a vida da Mary em 16 episódios, estou achando lenta demais, ainda há muitos eventos importantes da vida dela a serem narrados. Apesar disso, estou adorando a rivalidade entre Mary e Elizabeth. Já a trama do Charles, na França, não estou curtindo tanto, achei mal elaborada.

    Créditos: CW
    Santa Clarita Diet:

    Do que se trata?

    É uma série de comédia, com episódios curtos. Atrama gira em torno de como Sheila (Drew Barrymore) e sua família lidam com a nova natureza dela, que acabou de virar um zumbi.

    Em que temporada estou?

    No comecinho da primeira e única até o momento.

    O que estou achando?

    Até o momento não explicou porque ela virou zumbi, então achei esta parte meio confusa. Resolvi assistir porque sou fã do trabalho da Drew e achei que está muito bem na série. Confesso que tem certas cenas nojentas, logo, evito assistir comendo algo. É uma série divertida, boa para passar o tempo.

    Créditos: Netflix

    The blacklist:


    Do que se trata?

    O maior criminoso se entrega ao FBI e se oferece para ajudar a prender os maiores criminosos do país, mas ele só aceita passar as informações para a Elizabeth Keen, que está no primeiro dia de emprego e logo já pega a liderança de um dos maiores casos.

    Em que temporada estou?

    1ª.

    O que estou achando?

    Amo investigação criminal, por isso estou adorando, muito curiosa para saber porque ele escolheu justamente a Elizabeth Keen para revelar as informações.

    Créditos: NBC

    Já viram alguma das séries citadas? Qual? Gostaram? O que estão assistindo no momento? Quais séries me indicam? Comentem.

    21/03/2017

    Leitora ou compradora compulsiva de livros?

    Olá, leitores!

    Após fazer a postagem de livros novos na estante reparei o óbvio: compro muito mais livros do que leio, então comecei a refletir mais sobre isso, analisando a minha estante repleta de livros não lidos. Por que os comprei? Vamos a algumas situações:
    O Submarino me manda e-mail de uma promoção de leve três livros pague dois e eu olho a lista de obras na promoção e só me interessei por uma. Resultado: levo mais duas que nem queria tanto assim para ter a falsa sensação de ter levado uma de graça. Mas se for analisar, só levar a que eu queria, sairia bem mais em conta. Pior que nem li aqueles outros dois livros que levei para aproveitar a promoção. Outra destas: três livros por R$ 30, acabo levando três juntinhos do John Green e até agora não li nenhum deles. Aí, caro leitor você pode estar pensando: "mas estes livros você realmente não tinha interesse em ler!", e o que falar de "Cartas de amor aos mortos"? Comprei porque li várias resenhas elogiando e quando chegou simplesmente perdi a vontade de ler, e está lá parado na estante. Deve ser por isso que me identifico tanto com a Becky Bloom ou até a Darla, entrando na livraria desesperada para comprar um romance porque levou um fora.

    Créditos: Buena Vista/Disney
    Ainda olhando a minha estante repleta de livros aguardando para ser apreciados, reparo que há títulos para todos os gostos: desde fantasias até biografias, que nem me agrada o gênero, mas me teimei em comprar, também noto que há livros que comprei na Bienal, há anos atrás, e não li. Sem falar os e-books no Kindle, em sua maioria pego de graça ou muito barato (R$1,99) o que pelo menos não causa prejuízo financeiro ou ocupa mais espaço na estante, mas me pego pensando em quando vou ler tantos livros comprados.
    Bom, por que escrevo tudo isso aqui? Primeiro porque quero me comprometer a ser mais leitora do que compradora de livros, isto é, ler mais o que está na estante do que comprar livros. E, na certeza de que não estou sozinha nessa "síndrome de Becky Bloom", fazer vocês refletirem acerca do tema.
    Vocês compram mais do que leem? Se deixam levar por promoções também? Comentem.

    15/03/2017

    Livros novos na estante

    Olá, leitores!

    Vim mostrar o que tem de novo na minha estante, tem livros que comprei novos e usados e também tem livros que ganhei de presente de formatura. Vamos lá:

    Livros comprados (novos):

    Estava afim de ler chick lits, então aproveitei a semana de aniversário de Amazon e comprei três. A sinopse (abaixo) de "O homem perfeito" me chamou a atenção, também da Vanessa Bosso, tenho "Chuta que é carma!" que ainda não li, espero gostar da narrativa da autora.

    Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos. Mesmo assim, ela não desiste - um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo? Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel. O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?

    Foto; arquivo pessoal
    O segundo chick lit que comprei foi "O segredo de Emma Corrigan" da Sophie Kinsella, autora que gosto muito. Sempre quis ler a obra, mas sempre vi por R$ 60,00 e achava o preço muito salgado; comprei por R$16,00 no aniversário da Amazon. Vale ressaltar que adquiri a edição econômica. 

    Emma Corrigan tem alguns segredinhos... Mas quem não tem? Durante uma viagem de avião bem turbulenta, Emma acredita que não sobreviverá aos solavancos, e acaba contando todos - mas todos! - os seus segredos para o homem sentado na poltrona ao lado. Quando a aeronave pousa em segurança, ela pede desculpas ao companheiro de voo pelo desabafo, pensando que nunca mais veria aquele estranho bonitão. No dia seguinte, no entanto, ela descobre que seu colega de viagem era ninguém menos que Jack Harper, um dos fundadores da grande Corporação Panther, empresa na qual Emma trabalha como assistente de marketing. E que seu encontro desajeitado com o milionário a colocaria na maior confusão.

    Foto: arquivo pessoal
    O último chick lit que comprei foi "A lua de mel", também da Sophie Kinsella, não bati foto pois já li e emprestei, mas já tem a resenha aqui.

    As lojas americanas físicas estavam com promoção nos livros da Nora Roberts, cada um por R$ 4,99 (edição econômica), e como adoro a autora, resolvi aproveitar e levei quatro.

    Foto: arquivo pessoal
    Levei três livros da série "O reino de cordina", descobri que são quatro volumes, porém só tinha estes livros lá, se eu gostar da leitura compro o outro volume.

    Foto: arquivo pessoal

    Também levei "Uma vez mais com ternura":

    Quando o compositor Brandon Carstairs abandonou a cantora Raven Williams cinco anos atrás, ela fi cou arrasada. Agora, ele surge com uma oportunidade de trabalho irrecusável. Apesar do inegável desejo, Raven jurou se preservar. Com tranquilidade e reserva, ela seria apenas profissional. Entretanto,quanto mais perto da fogueira, mais fácil é de se queimar…
    Livros comprados (usados):

    Comprei em um sebo da minha cidade (site) o livro "A química" por R$ 18,00.

    Uma ex-agente especial fugindo de seus antigos empregadores precisa aceitar um novo caso para limpar seu nome e salvar a própria vida. Ela trabalhava para o governo americano, mas poucas pessoas sabiam disso. Especialista em seu campo de atuação, era um dos segredos mais bem guardados de uma agência tão clandestina que nem sequer tinha nome. E quando perceberam que ela poderia ser um problema, passam a persegui-la. A única pessoa em quem ela confiava foi assassinada. Ela sabe demais, e eles a querem morta. Agora ela raramente fica em um mesmo lugar ou usa o mesmo nome por muito tempo. Até que um antigo mentor lhe oferece uma saída — uma oportunidade de deixar de ser o alvo da vez. Será preciso aceitar um último trabalho, e a única informação que ela recebe a esse respeito só torna sua situação ainda mais perigosa. Ela decide enfrentar a ameaça e se prepara para a pior batalha de sua vida, mas uma paixão inesperada parece diminuir ainda mais suas chances de sobreviver. Enquanto vê suas escolhas se evaporarem rapidamente, ela vai usar seus talentos como nunca imaginou. 
    Foto: arquivo pessoal

    Adquiri "Xeque-mate da rainha" por meio de um grupo de sebo no Facebook (link), por R$ 25,00 (com frete). Vale ressaltar que é bom observar com quem você compra/troca, neste grupo tem post específicos para recomendar (ou não) pessoas. Atualmente estou muito interessada em livros com teor histórico, mas em geral comprar novos são muito caros, por isso optei por um usado.

    A corte do rei Henrique VIII, repleta de intrigas e traições, é palco para esse romance histórico avassalador. Elizabeth Freemantle conduziu extensa pesquisa para recriar o universo da corte do rei Tudor, Henrique VIII. Katherine Parr, sexta do rei, trilha um caminho perigoso entre paixão e lealdade. Muito mais nova que seu marido, ela precisa aprender rapidamente a lidar com os perigos da corte Tudor, especialmente no que diz respeito à sua fé e ao seu verdadeiro amor. "Divorciada, guilhotinada, morta, divorciada, guilhotinada. Esse é o histórico das ex-mulheres do meu noivo. Estou apaixonada por um homem que não posso ter e prestes a casar com um homem que ninguém desejaria - meu noivo é Henrique VIII, que já guilhotinou duas esposas e divorciou outras duas e assistiu uma morrer durante o parto. Como sobreviverei uma vez que me tornar a rainha da Inglaterra?"

    Foto: arquivo pessoal
    Livros que ganhei de presente:

    Como me formei em Letras, ganhei dois livros, o primeiro foi "Ligações perigosas", que me parece ser um clássico pois foi lançado em 1782, portando vai entrar no projeto Lendo Clássicos.

    A Marquesa de Merteuil e o Visconde de Valmont, apesar de todo o luxo que os rodeia e da extrema cortesia e sofisticação que aparentam, personificam o que há de mais vil na humanidade. Ex-amantes, os protagonistas destas 175 cartas fingem e manipulam as pessoas a seu bel-prazer. Talvez para testar seu poder, talvez para passar o tempo, tecem um plano de sedução e vingança para provar que não são manipuláveis e descartáveis como os outros. Esse plano é descrito com requintes de perversidade por eles em cartas nas quais revelam seus mais íntimos pensamentos – e o fazem com tanta precisão que na época imaginou-se que o romance era, na verdade, uma reunião de cartas verídicas sobre fatos que realmente aconteceram.
    Foto: arquivo pessoal
    Por último, ganhei o romance "Melhor que chocolate":

    Que atire a primeira pedra quem não gostaria de ter essas três coisas misturadas em meio a uma aventura inesquecível. Pois é mais fácil do que parece, basta abrir este delicioso (sem exageros) romance de Laura Florand. Cade Corey é uma jovem executiva que cuida do negócio bilionário de chocolate da família, uma empresa popular nos Estados Unidos. Ela sonha em construir uma linha premium de seus produtos, e, como boa conhecedora do seu negócio, sabe que encontrará o chocolate perfeito em Paris. Na verdade, o chocolate perfeito está, mais especificamente, nas mãos igualmente perfeitas de Sylvain Marquis, o melhor chocolatier da cidade. O problema é que Sylvain se recusa a associar sua arte a uma grande empresa que só pensa em destruir sua técnica para reproduzi-la em grande escala. Isso para ele é um insulto, e não uma proposta! Contudo, embora o francês jure que está em paz para tocar a vida, aquela americana teimosa não lhe sai da cabeça.

    Foto: arquivo pessoal
    Já leram algum destes livros? Gostaram? Quais desses livros vocês gostariam de ver resenha aqui no blog? Comentem.
    Eu curto literatura. Todos os direitos reservados.© - Powered by Blogger. imagem-logo